Dando asas à informação

20 fotos incríveis de desastres naturais

Os desastres naturais são, obviamente, trágicos e trazem prejuízos, mas também possuem uma beleza única. Confira fotos de fenômenos que ocorreram ao longo dos anos por todo o mundo:

1. Vulcão Eyjafjallajokull, 2010 (Islândia)

1
Em março de 2010, o vulcão Eyjafjallajokull, na Islândia, explodiu cuspindo lava, magma, rocha, e nuvens de cinzas para o céu. O desastre atrapalhou companhias aéreas, encalhando turistas e passageiros de negócios em toda a Europa e América do Norte.

2. Deslizamento de terra na Highway 1 da Califórnia, 2011 (EUA)

2
Em 17 de março de 2011, uma grande parte da pista sul perto de Rocky Creek Bridge, em Monterey County, na Califórnia, despedaçou, deixando um grande buraco na estrada. Felizmente, ninguém ficou ferido.

3. Rio de lava fluindo para o oceano pouco antes do amanhecer (EUA)

3
Os primeiros registros escritos confiáveis de atividade vulcânica no Havaí são de cerca de 1820, e a primeira erupção bem documentada ocorreu em 1823. Apesar de nativos havaianos terem se instalado na ilha cerca de 1.500 anos atrás, os registros orais anteriores a chegada dos europeus são escassos e difíceis de interpretar.

Uma erupção em particular, um acontecimento dramático de 1790, formou o que é hoje a caldeira de vulcão Kilauea e foi responsável pela morte de um grupo de guerreiros, parte do exército de Keoua Kuahuula, o último chefe da ilha a resistir ao domínio de Kamehameha I. Sua morte é evidenciada por um conjunto de pegadas preservadas no Parque Nacional dos Vulcões do Havaí.

Kilauea tem sido o local de 61 erupções desde 1823, facilmente tornando-se um dos vulcões mais ativos da Terra.

4. Vulcão submarino em Tonga, 2009 (Polinésia)

4
A erupção vulcânica submarina de Tonga em 2009 foi uma atividade vulcânica que começou em 16 de março perto da ilha de Hunga Tonga, cerca de 11 quilômetros da capital Tongatapu. Quatro dias após o início da erupção, um forte terremoto de 7,6 graus na escala Richter também atingiu a região. Não houve comprovação de um link direto entre a erupção vulcânica e os terremotos.

5. Vulcão em erupção durante tempestades, 2008 (Chile)

5
Esta imagem do fotógrafo Carlos Gutierrez mostra um vulcão em erupção durante tempestades no meio da noite de 3 de maio de 2008, em Chaiten, no Chile. O vulcão Chaiten, situado cerca de 1280 quilômetros ao sul da capital Santiago, foi considerado inativo, pois não tinha entrado em erupção há centenas de anos. Milhares de cidadãos foram evacuados da área.

6. Pessoas correndo do Tsunami de 2004 (Indonésia)

6
O terremoto no Oceano Índico de 2004 foi um terremoto submarino com epicentro ao largo da costa oeste de Sumatra, na Indonésia. O terremoto foi causado quando a placa indiana foi empurrada pela placa de Burma e desencadeou uma série de tsunamis destrutivos ao longo das costas da maioria das massas de terra banhadas pelo Oceano Índico, matando mais de 230.000 pessoas em quatorze países e inundando comunidades costeiras com ondas de até 30 metros.

O tsunami foi um dos mais mortais desastres naturais da história. A Indonésia foi o país mais atingido, seguido pelo Sri Lanka, Índia e Tailândia.

7. Furacão Sandy, 2012 (EUA)

7
O furacão Sandy se desenvolveu a partir de uma onda tropical no Mar do Caribe ocidental em 22 de outubro, rapidamente se transformando em uma tempestade tropical seis horas mais tarde. Sandy moveu-se gradualmente em direção ao norte, intensificando-se. Foi o furacão mais mortal e mais destrutivo da temporada de furacões no Atlântico de 2012, bem como o segundo mais caro da história dos Estados Unidos (por conta dos estragos feitos). Pelo menos 286 pessoas foram mortas ao longo do caminho da tempestade em sete países.

Na Jamaica, os ventos deixaram 70% dos moradores sem energia elétrica, explodiram telhados de edifícios, mataram uma pessoa e causaram cerca de US$ 100 milhões em danos. No Haiti, inundações mataram pelo menos 54 pessoas, provocaram escassez de alimentos e deixaram cerca de 200 mil desabrigados. Na República Dominicana, dois morreram. Em Porto Rico, um homem foi arrastado por um rio inundado. Em Cuba, houve grandes inundações costeiras e danos provocados pelo vento destruindo cerca de 15.000 casas, matando 11 e causando US$ 2 bilhões em danos. Nas Bahamas, dois morreram em meio a cerca de US$ 700 milhões em danos. No Canadá, dois foram mortos em Ontário e cerca de C$ 100 milhões em danos foram causados.

8. Erupção do Monte St. Helens, 1980 (EUA)

8
Em 1980, uma grande erupção vulcânica ocorreu no Monte St. Helens, um vulcão localizado em Washington, nos Estados Unidos. A erupção foi a única significativa a ocorrer em 48 estados contíguos desde a erupção do Pico Lassen, na Califórnia, em 1915.

9. Maiores e mais mortais incêndios na Califórnia (EUA)

9
Os incêndios florestais da Califórnia em 2009 foram uma série de 63 incêndios ativos no estado da Califórnia durante o ano de 2009. Os incêndios queimaram mais de 336.020 hectares de terra a partir do início de julho até o final de novembro, destruindo centenas de estruturas e matando duas pessoas. O Corpo de Bombeiros ao norte de Los Angeles foi o maior e mais mortal desses incêndios, queimando 160.577 hectares e matando dois bombeiros.

10. Tornado do Alabama, 2011 (EUA)

10
Tempestades ferozes destruíram grandes áreas de terra do Mississippi a Geórgia nos EUA, acabando com residências e empresas. Meteorologistas em Alabama disseram que os 35 tornados explodiram em todo o estado em uma semana, matando 236 pessoas.

11. Casa à deriva no oceano, 2011 (Japão)

11
Dois dias após o terremoto de magnitude 9,0 e subsequente tsunami, uma casa japonesa que estava à deriva a quilômetros da costa do Japão foi inspecionada visualmente por uma pesquisa baseada em helicóptero. Uma equipe de resgate americana prestou assistência humanitária aos sobreviventes. A foto foi tirada pela Marinha dos EUA no Oceano Pacífico perto de Sendai, no Japão, em 13 de março de 2011.

12. Furacão Katrina, 2005 (EUA)

12
O furacão Katrina foi o desastre natural mais caro e um dos cinco furacões mais mortíferos na história dos Estados Unidos. Ele se formou sobre as Bahamas em 23 de agosto de 2005 e atravessou o sul da Flórida como um furacão moderado, causando algumas mortes e inundações antes de se fortalecer rapidamente no Golfo do México.

Na segunda-feira, 29 de agosto, no sudeste da Louisiana, Katrina causou uma destruição severa ao longo da costa do Golfo do centro da Flórida para o Texas, em grande parte devido à tempestade.

O maior número de mortes ocorreu em Nova Orleans, Louisiana. Por fim, 80% da cidade e grandes extensões vizinhas se inundaram, e as águas da inundação permaneceram por semanas. No entanto, o pior dano material ocorreu nas zonas costeiras, incluindo todas as cidades à beira-mar no Mississippi, que ficaram mais de 90% inundadas em questão de horas.

13. Rachadura enorme na estrada depois de um terremoto, 2012 (Filipinas)

13
Em 6 de fevereiro de 2012, pelo menos 52 pessoas foram mortas quando um terremoto de 6,9 graus de magnitude atingiu Negros e Cebu (Filipinas), provocando deslizamentos de terra, criando enormes rachaduras nas estradas e sacudindo violentamente edifícios. As equipes de resgate cavaram com pás e picaretas tentando alcançar dezenas de pessoas presas sob casas que desabaram.

14. Edifícios que desabaram após um terremoto, 2010 (Haiti)

14
Em 12 de janeiro de 2010, ocorreu um terremoto no Haiti de magnitude 7,0 com epicentro perto da cidade de Léogâne, aproximadamente 25 km a oeste da capital Port-au-Prince.

O terremoto causou grandes danos a Port-au-Prince, Jacmel e outros assentamentos da região. Muitos edifícios históricos notáveis foram significativamente danificados ou destruídos, incluindo o Palácio Presidencial, o edifício da Assembleia Nacional, a Catedral de Port-au-Prince, e a cadeia principal. O governo do Haiti estima que 250 mil residências e 30 mil edifícios comerciais desabaram ou foram severamente danificados.

15. Homem cercado pelas águas de uma enchente visto de um helicóptero, 2010 (Paquistão)

15
Em 9 de agosto de 2010, pelo menos 15 milhões de pessoas foram diretamente afetadas pelas inundações na sequência de uma monção no Paquistão, e estima-se que 20 milhões de pessoas ficaram desabrigadas durante as inundações no distrito Rajanpur.

16. Nuvens de cinzas acima do vale Buang no cume superior do vulcão Mayon, 1984 (Filipinas)

16
Uma visão a partir de Legaspi em 14 de setembro de 1984 mostra fluxos de lava incandescentes que descem do vulcão Mayon, nas Filipinas. Os fluxos viajam cerca de 4 km pelo vulcão, ao lado da lava de erupções anteriores, de 1968 e 1978.

17. Monções no rio Januma, 2006 (Índia)

17
A última chuva de monções na Índia foi registrada em 17 de junho de 2013. Mais de uma dúzia de pessoas perderam suas vidas no estado de Uttarakhand, no sopé do Himalaia. Inundações e deslizamentos de terra no norte da Índia mataram pelo menos 1.000 pessoas, com milhares mais desaparecidas. Além disso, as inundações destruíram estradas, pontes, postes elétricos e redes de comunicação.

Cerca de 800 peregrinos buscaram refúgio em um templo de pedra construído no século VIII a 3.585 metros acima do nível do mar. O templo é dedicado a Shiva, o deus hindu da destruição.

18. Tempestade supercélula em Montana, de 2010 (EUA)

18
Uma supercélula é um tipo de tempestade caracterizada pela presença de um mesociclone (uma corrente de ar ascendente girando no interior da nuvem). Das quatro classificações de tempestade, é a mais rara e mais severa.

19. Duplo ciclone, 2006 (Islândia)

19
Um ciclone (ou centro de baixa pressão) é uma região em que o ar relativamente quente se eleva e favorece a formação de nuvens e precipitação. Por isso, tempo chuvoso e nublado, chuva e vento forte estão normalmente associados a centros de baixas pressões.

20. Tempestade de raios em Roswell, Novo México, 2010 (EUA)

20[Oddee]

Comente

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>