Dando asas à informação

Cientistas criam células-tronco a partir de sangue

Enquanto o uso de células-tronco embrionárias é considerado por muitos um procedimento eticamente controverso (e que traz risco considerável de rejeição por parte do organismo), a terapia realizada com células-tronco adultas tem se mostrado cada vez mais uma solução viável para diversas condições.

Um dos maiores problemas dessa terapia é como obter as células. Recentemente, um grupo de pesquisadores da Universidade de Cambridge (Reino Unido) conseguiu obter esse material a partir de células sanguíneas.

Estudos anteriores haviam demonstrado que era possível “enganar” células da pele para que se transformasse em células-tronco. Contudo, usar um procedimento similar a partir de sangue tem uma vantagem extra. “Biópsias de tecido são indesejadas – particularmente para crianças e idosos – enquanto a coleta de amostras de sangue é rotina para todos os pacientes”, destaca o pesquisador Amer Rana.

A equipe “reprogramou” células que circulam pela corrente sanguínea e reparam as paredes dos vasos. Raner acrescenta, ainda, que estas células-tronco parecem mais seguras do que aquelas obtidas a partir da pele. “O próximo passo, obviamente, é dizer ‘ok, se nós conseguimos fazer tudo isso, vamos de fato fazer células para uso clínico’. Então poderemos levar essa tecnologia às clínicas pela primeira vez”, afirma.

Embora promissor, o método ainda deve passar por muitos testes antes de ser usado realmente para tratar doenças. “Células-tronco pluripotentes induzidas [convertidas a partir de células adultas] ainda são algo bastante novo. Nós precisamos de muita experiência para reprogramar totalmente uma célula de uma maneira que sabemos ser segura”, lembra Chris Mason, especialista em medicina regenerativa da Universidade College London (Inglaterra).[BBC]

Comente

Your email address will not be published. Required fields are marked *