Dando asas à informação

10 animais recém-descobertos incríveis

Recentemente, cientistas descobriram milhares de novos animais. Até agora, 1,8 milhões de espécies únicas foram documentadas, mas estima-se que mais de dez milhões de espécies lá fora ainda não foram encontradas. Algumas criaturas recém-descobertas são incríveis e muito interessantes. Confira:

1 – Aranha-golias-comedora-de-pássaro

Essa espécie foi oficialmente descoberta em 2006, durante uma expedição à Guiana. Ela se alimenta basicamente de invertebrados, embora já tenha sido observada comendo pequenos mamíferos, lagartos e cobras peçonhentas. Felizmente para nós – e para quaisquer outras criaturas grandes demais para ela comer -, a aranha-golias é uma espécie de tarântula, por isso tem veneno relativamente fraco, que provoca leve inchaço e dor por algumas horas. O que representa a maior ameaça para nós é sua capacidade de liberar pelos urticantes de seu corpo. Esses minúsculos pelos, quase invisíveis, flutuam pelo ar e têm uma tendência horrível de grudar nos olhos.

2 – Peixe-morcego panqueca

O Halieutichthys intermedius pertencente à família Ogcocephalidae de peixes-morcego, e é nativo do Golfo do México. A espécie foi descoberta em 2010, durante o processo de limpeza da região após o derramamento de óleo no golfo. Seu nome vem de sua forma, semelhante a uma panqueca. Esse peixe se move ao longo do fundo do oceano da mesma forma que um morcego se arrasta. A “panqueca” se alimenta de invertebrados, usando iscas químicas para capturá-los.

3 – Antílope de Walter

O antílope de Walter é uma criatura fascinante, descoberta oficialmente em 2010 na África Ocidental. No entanto, a espécie fez sua primeira incursão no mundo da ciência em 1968, quando Walter Verheyen – o homem pelo qual a espécie é nomeada – recuperou um espécime em Togo. Esses animais são nativos de Togo, Benin e Nigéria.

Uma das características mais interessantes da espécie é sua estatura pequena, medindo em média apenas 40 centímetros de altura e pesando tipicamente 4 a 6 kg. Além da pequena altura, ele tem pernas traseiras mais longas que as dianteiras. Isto é particularmente interessante dado que esse antílope não é um animal de pasto, e normalmente se alimenta de frutas e outros itens semelhantes, que crescem em plantas.

4 – Caranguejo Yeti

Este crustáceo foi descoberto em 2005 no sul do Oceano Pacífico. Dada a presença de uma quantidade substancial de cerdas sedosas em seu corpo, seus descobridores o apelidaram de “caranguejo Yeti”. O decápode pouco incomum atinge um comprimento médio de cerca de 15 centímetros e vive em torno das fontes hidrotermais do fundo do oceano. É por esta razão que suas cerdas parecidas com pelos contêm bactérias filamentosas, que permitem que a criatura desintoxique substâncias venenosas emitidas na água. Pode ser que o caranguejo Yeti se alimente dessas bactérias, mas os cientistas acreditam que seja carnívoro.

5 – Caquetá titi

Esse macaco de barba vermelha é um pequeno primata descoberto na seção colombiana da Amazônia, em 2008. Infelizmente, a espécie está ameaçada de extinção, com uma população estimada de menos de 250. O titi, como muitos primatas, compartilha um número surpreendente de características com os humanos. Uma delas, incomum entre outros primatas, é que eles são monogâmicos e acasalam para a vida. Um casal típico tem um bebê por ano, e os machos são responsáveis por cuidar dos filhotes a maior parte do tempo. Casais muitas vezes são vistos sentados juntos em galhos de árvores, com as caudas entrelaçadas.

6 – Sapo Pinóquio

Encontrado nas Montanhas Foja da Indonésia, o sapo Pinóquio é uma estranha criatura descoberta por acaso em 2010. Sua característica mais evidente é a protuberância estranha na frente de seu rosto, frequentemente referida como seu nariz. A característica é exclusiva dos machos, e torna-se ereta quando eles estão fazendo certas chamadas, retornando à sua posição normal depois. A finalidade exata do “nariz”, e capacidade das rãs de manipulá-lo, são ainda desconhecidas.

7 – Lesula

O lesula é uma espécie de macaco africano descoberta em 2007. Ele foi encontrado na República Democrática do Congo, visto pela primeira vez (por não moradores locais) por cientistas da Universidade de Yale (EUA) na casa de um professor de escola primária na cidade de Opala. A característica mais visível que torna o lesula incomum é o seu rosto assustadoramente humano. Uma característica um pouco menos óbvia é sua traseira e região genital, coloridas com um azul vibrante.

8 – Comedor-de-mel-de-papo-vermelho

Esse pássaro é uma espécie endêmica das Montanhas de Foja na Indonésia. Sua característica mais marcante é a pele laranja-avermelhada em torno de seus olhos. Descoberta em dezembro de 2005, foi a primeira nova espécie de ave encontrada na Nova Guiné desde 1939. O pássaro estava entre 20 novas espécies descobertas em uma única expedição.

9 – Megalara garuda ou vespa gigante

Também conhecida como rei das vespas, esse inseto enorme foi oficialmente descoberto nas montanhas Mekongga na ilha indonésia de Sulawesi em 2011. Machos têm cerca de 5 centímetros de comprimento, e uma mandíbula alongada semelhante em tamanho às suas pernas dianteiras. A vespa também é venenosa. Os primeiros espécimes foram coletados em uma expedição à Indonésia em 1930, porém o primeiro indivíduo só foi capturado e documentado vivo no ano passado. Bem como muitas outras espécies raras, desmatamento e outros impactos ambientais constituem uma ameaça para seu bem-estar.

10 – Paracheilinus nursalim

Descrita pela primeira vez em 2008, Paracheilinus nursalim é uma espécie de peixe descoberta em uma península na Nova Guiné Ocidental. Sua característica mais distintiva é, naturalmente, suas cores incrivelmente brilhantes e vibrantes. O futuro desse peixe também parece muito mais brilhante do que muitos outros animais nesta lista. Seu habitat primário já está localizado em águas protegidas, o que significa que ele está seguro de certos fatores externos que o colocariam em risco.[Listverse]

Um comentário

  1. cong

Comente

Your email address will not be published. Required fields are marked *