Dando asas à informação

10 atributos humanos que os animais possuem

Você já parou para pensar que não somos os animais mais rápidos nem os mais fortes? Nossos sentidos perdem para muitas espécies. Pássaros enxergam melhor do que nós, cães cheiram melhor. Aliás, nem temos alguns dos sentidos que outros animais têm.

Os tubarões sentem campos magnéticos, tartarugas sentem eletricidade e abelhas veem radiação ultravioleta. Os elefantes podem sentir a falta de sal em seus corpos da mesma forma que sentimos sede. A tartaruga pode viver cem anos ou mais a mais que a gente.

Medicina de base é utilizada por muriquis que comem certas plantas para controle de natalidade e papagaios que comem argilas específicas para curar venenos. Depois de pensar em tudo isso, a pergunta que fica é: o que nos torna especiais? Conheça pelo menos dez atributos nossos que os animais compartilham (quem sabe a combinação deles não seja o nosso toque final):

1 – Cultura

Cultura abrange todas as condutas e atividades que não são geneticamente guiadas e que são encontradas em toda uma população. São artes e humanidades, religiões, atitudes e práticas comuns. A variedade maravilhosa de culturas humanas ao redor do mundo é de grande interesse, no entanto, nem tudo é cultura humana.

Para uma atividade ser considerada cultural, não deve ser diretamente causada pela genética, deve ser transmitida de um indivíduo para outro ao longo de uma população, deve ser lembrada e não esquecida imediatamente após ter ocorrido, e deve ser transmitida através de gerações. Muitos primatas têm as suas próprias culturas e tradições, como a dança da chuva de alguns grupos de chimpanzés. Outro exemplo é, em 1963, um macaco japonês descobriu o conforto de tomar banho em uma fonte natural de água quente, e desde então a prática se espalhou completamente entre a espécie e é vista até hoje.

2 – Emoção

Os seres humanos experimentam um amplo espectro de emoções. E qualquer pessoa que tenha um animal de estimação sabe que essas criaturas também experimentam medo, desejo, pânico, carinho, constrangimento e muitos outros sentimentos.

Mães golfinhos cujos filhos morreram exibem sofrimento de luto, polvos entediados demonstram depressão. A curiosidade pode ser vista em répteis, e ciúmes dos pais é visto entre irmãos em grandes símios. Macacos selvagens adotam outros macacos órfãos, e macacos em cativeiro têm animais de estimação. Altruísmo tem sido demonstrado por gorilas em duas situações independentes, onde, em ambas as vezes, uma criança caiu em seu recinto zoológico. O gorila acalmou a criança e ajudou a devolvê-la a um humano. Chimpanzés igualmente confortam uns aos outros depois de ataques. Resumindo: emoções estão longe de ser uma experiência exclusivamente humana.

3 – Linguagem

A linguagem é utilizada para comunicar necessidades, desejos e ideias. Diferentes grupos têm desenvolvido suas próprias línguas e idiomas. Os seres humanos usam uma grande variedade de línguas, nem todas verbais. O povo Bubi na Guiné Equatorial fala em grande parte com gestos de mão, semelhante a língua de sinais usada pelas comunidades surdas.

Certos animais usam linguagem também. Primatas, baleias, pássaros, e lulas demonstraram usar palavras diferentes para identificar objetos, ações e nomes individuais, e os chimpanzés até mesmo usam sintaxe e gramática.

Como estudo de caso, a chimpanzé Washoe foi criada como uma criança surda humana. Ela aprendeu mais de 350 palavras em linguagem de sinais e podia combiná-las para formar novas palavras e frases. Na natureza, os chimpanzés normalmente só usam cerca de 70 sinais. Washoe frequentemente conversou com bonecas e outros brinquedos. Um exemplo comovente, mostrando que ela podia associar ideias abstratas, como a emoção para situações novas, foi quando seu instrutor humano explicou uma longa ausência gesticulando “meu bebê morreu”. Washoe olhou para baixo por um tempo, então sinalizou “choro” e tocou seu rosto.

4 – Humor

O humor é um elemento básico da vida para muitas pessoas. Existem muitos tipos de humor, proporcionando diversão e muitas vezes resultando em riso. O ridículo, o inesperado, ou a justaposição pode provocar tal sentimento. Os chimpanzés, como seres humanos, não são estranhos ao riso. Eles costumam fazer cócegas uns aos outros e dar risadas inconfundíveis como resultado. Mesmo ratos têm-se mostrado capazes de rir. Os chimpanzés também podem encontrar graça em situações de humor. Vários grandes macacos em cativeiro foram observados rindo de situações como ver um companheiro desajeitado fazer algo vergonhoso.

5 – Uso de ferramentas

Uma das características que definem os seres humanos é a capacidade de usar ferramentas. Criamos grandes cidades, garantimos o repasse de conhecimento cultural através da escrita e até mesmo fomos à lua, em grande parte devido a isso.

Durante muitos anos, os seres humanos foram definidos como o único animal que usa ferramenta. Agora, sabemos que isso não é o caso. Todos os grandes macacos, corvos, golfinhos, elefantes e até polvos são usuários de ferramentas. Muitas vezes, este uso da ferramenta é cultural, isto é, sua maneira de utilização varia de uma população para a outra dentro de uma espécie. Chimpanzés usam pedras como martelos e bigornas e lanças para a caça, gorilas usam bengalas, corvos fazem seus próprios brinquedos, gaivotas usam isca para peixe, golfinhos usam escudos para pescar, polvos usam cascas de coco como abrigo, e elefantes fazem vasos de água para beber.

6 – Memória

Os seres humanos são capazes de capturar mentalmente informações sensoriais em um determinado momento e guardá-las para uso posterior. Ou seja, os seres humanos podem se lembrar das coisas.

Nós usamos memórias para determinar o melhor curso de ação em situações que já encontramos antes, como lembrar quais alimentos são mais gostosos e escolher o melhor para comer. Os animais também têm memórias.

Criaturas domesticadas podem ser ensinadas a lembrar de comandos, e até mesmo peixes demonstraram que têm memórias que duram meses. Chimpanzés se lembram de imagens e números melhor do que estudantes universitários, e os corvos lembram formas melhor do que humanos adultos.

Algumas gralhas e esquilos têm excelentes memórias espaciais, permitindo que se lembrem meses depois onde enterraram milhares de sementes em áreas de dezenas de quilômetros quadrados. Os gatos têm memórias de curto prazo, pelo menos, dez vezes melhores do que a dos seres humanos. Curiosamente, os pombos parecem basear superstições em suas memórias. Se um pombo está fazendo algo como se virar quando ganha comida, ele lembra o que estava fazendo e começa a girar obsessivamente na esperança de obter mais comida.

7 – Reconhecimento

Uma água-viva não é fortemente consciente de si mesma como um ser vivo exclusivo. Ela não tem pensamentos além de suas unidades básicas. Autoconhecimento foi considerado um domínio humano por muitos anos, mas agora sabemos que não é bem assim.

Um teste simples ilustrativo é o teste do espelho: ver se o animal consegue se reconhecer em um espelho. Um animal autoconsciente vai perceber que os movimentos de sua reflexão coincidem com seus próprios, e deduzir que o reflexo é uma imagem de si mesmo. O animal muitas vezes tem uma marca em sua face, e se percebe que o reflexo é ele próprio, vai tocar seu rosto para sentir ou remover a marca. Crianças humanas não passam neste teste até a idade de 18 meses. Animais que passam este teste de autoconhecimento são todos os grandes macacos, alguns gibões, elefantes, alguns corvos e algumas baleias.

8 – Inteligência

Existem muitos tipos diferentes de inteligência e formas de utilizá-las: capacidades de pensar, planejar, raciocinar, avaliar e aprender. Os seres humanos são Homo sapiens, o homem sábio. No entanto, não somos os únicos animais com intelecto. Nem sequer somos os melhores em todas as suas categorias.

Pombos facilmente ultrapassam os seres humanos em pesquisa visual e reconhecimento geométrico. Formigas estimam números enormes com muita precisão para determinar o número de formigas inimigas e os elefantes usam aritmética. Corvos demonstram raciocínio causal grande, pois podem observar um mecanismo novo e complicado e mentalmente deduzir como lidar com ele corretamente ao invés de confiar no julgamento mais demorado e no erro e acerto. Eles podem abrir portas e encontrar objetos escondidos com base em um único período de observação, superando muitos seres humanos.

9 – Agricultura

A agricultura é a base da civilização humana moderna. Acredita-se que foi iniciada cerca de dez mil anos atrás, e permitiu que os seres humanos se estabelecessem em um único lugar ao invés de viver de forma nômade, o que, por sua vez, permitiu que pudéssemos desenvolver a escrita, a matemática, a roda, implementos agrícolas, e outras necessidades da agricultura em grande escala.

Isso se espalhou pelo mundo rapidamente. No entanto, as formigas já praticavam agricultura por milhões de anos. Elas capturavam e cuidavam de grupos de lagartas mantidas em uma câmara especial de seus ninhos de forma que pudessem usar suas excreções açucaradas como fonte de alimento, assim como nós usamos as vacas. Cupins cultivam fungos para comer que são tão especializados que não crescem em nenhum outro lugar na Terra.

10 – Construção

Os seres humanos são construtores fantásticos. As cidades, estradas e fábricas que adornam o nosso planeta são testemunho desse fato. Que o outro animal poderia construir arranha-céus imponentes? Ou rodovias e estradas que se estendem por milhares de quilômetros? Alguns animais podem. Certos pássaros e macacos constroem ninhos sofisticados, os coelhos cavam tocas para viver, e as formigas podam árvores e a cultivam como uma casa.

Os maiores construtores, no entanto, são os cupins nigerianos. Eles constroem montes fantasticamente enormes com ventilação interna, aquecimento e sistemas de refrigeração através de túneis especialmente concebidos para desfrutarem de um clima agradável em todos os momentos. Eles ainda têm viveiros autossuficientes, jardins, porões, chaminés e sistemas de saneamento. Um cupim é menor que meio centímetro de comprimento, mas sua casa tem 4 metros de altura. Para efeito de comparação, é como um grupo de humanos fazendo um prédio mais alto que 1,5 quilômetros.[Listverse]

2 comentários

  1. Então e por isso que dizem que animais são melhores do que gente….

  2. Deus nos criou com capacidade muito superior à dos animais
    por isso não devemos nem compará-los aos seres humanos!!
    São inteligentes porque Deus os fez para serem em seu reino animal…
    não para ser comparado a nós!

Comente

Your email address will not be published. Required fields are marked *