Dando asas à informação

10 camuflagens animais incríveis

A evolução vem acontecendo há tempo suficiente para nos dar uma gama variada de seres vivos capazes das mais incríveis coisas, como uma camuflagem tão perfeita que enganaria o mais consciente dos humanos. Confira 10 triunfos absolutos da natureza:

10. Lagarta barão

10
Procure bem, porque ela está nessa foto. A lagarta Euthalia aconthea gurda é nativa da Índia e sudeste da Ásia. Tem cerca de 4 milímetros de comprimento com pequenos espinhos quando choca, mas à medida que atinge o estágio 4 e 5 do crescimento, pode alcançar 45 milímetros com espinhos muito mais alongados. Estes espinhos, juntamente com a cor da lagarta, permitem que ela se misture com as folhas para evitar predadores até que esteja pronta para amadurecer.

9. Peixe-escorpião-rendilhado

9
Rhinopias aphanes têm uma variedade de nomes, muitos dos quais incluem a palavra “rendilhado”, porque eles têm uma quantidade considerável de tentáculos e “retalhos” na pele, o que lhes dá uma aparência característica. Eles usam essas características para se parecer com a vida vegetal em seu torno, misturando-se com os recifes de coral. Esses peixes ficam parados por horas até que têm a oportunidade de saltar sobre suas presas e inalá-las com suas enormes bocas.

8. Cavalo marinho pigmeu

8
Com 27 milímetros, o cavalo marinho pigmeu possui uma camuflagem elaborada que ajuda a explicar por que só foi descoberto em 1969, e só mais seis foram encontrados desde então. Eles podem ser vistos de 10 a 40 metros de profundidade, principalmente ao largo das costas da Austrália, Indonésia, Japão, Nova Caledônia, Indonésia e Papua Nova Guiné.

7. Podargus strigoides

7
Podargus strigoides é uma ave parente da coruja e nativa da Austrália. Apesar de ser, obviamente, noturna, tem um método sofisticado de camuflagem durante o dia: ela se senta, fecha os olhos, comprime suas penas e se finge de galho de árvore. Isso é usado como um mecanismo de defesa, não para a caça. Ironicamente, a maior ameaça para o pássaro é o seu método de caça. Ele come principalmente insetos, e uma vez que é noturno, a maioria dos insetos são visíveis nas áreas iluminadas. Às vezes, essas áreas são na frente de um carro em movimento, ocasião em que muitas destas aves gostariam que fosse mais fácil para nós detectá-las.

6. Dragão-marinho-folhado

6
Phycodurus eques são nativos dos oceanos do sul da Austrália. Medindo até 35 centímetros, eles têm corpos muito longos e delgados, decorados com elaborados apêndices que lembram folhas e ajudam os animais a se misturar com a vida vegetal da água. Eles estão intimamente relacionados com os cavalos-marinhos.

5. Catocala

5
Existem mais de 200 espécies de catocalas, encontradas principalmente no leste da América do Norte. Elas são um gênero de traças que tem um segundo par de asas somente visível quando estão voando. Essas asas têm padrões brilhantes de laranja, amarelo, vermelho e branco, enquanto seu primeiro conjunto de asas é geralmente uma mistura de cinza e marrom. Experimentos têm mostrado que elas escolhem viver em árvores com casca semelhante à sua própria cor para melhor se protegerem. A catocala está à direita da imagem. À esquerda, você também pode ver a cigarra cinzenta, cuja camuflagem é o resultado não só de sua coloração, mas também de suas asas transparentes.

4. Synanceia verrucosa

4
Synanceia verrucosa são peixes encontrados no recife rochoso da costa da Austrália, e podem medir até 50 centímetros. São um dos mais venenosos peixes do mundo, e podem liberar doses através de qualquer um dos seus 13 bicos. Embora ninguém tenha morrido como resultado de seu veneno, sua picada é extremamente dolorosa e perigosa. Sua camuflagem o torna ainda mais aterrorizante. E, se você acha que está seguro fora da água, saiba que esses peixes podem sobreviver até 24 horas em terra.

3. Borboleta folha morta

3
Provavelmente um dos exemplos mais perfeitos da camuflagem do reino animal, a borboleta Kallima inachus é encontrada principalmente na Ásia tropical, especialmente na Índia e no Japão. Como se sua camuflagem não fosse elaborada o suficiente, o animal tem duas gerações por ano, e sua aparência depende se essa geração está viva na temporada de seca ou na estação chuvosa. Suas asas podem até ter padrões para fazer parecer que a folha está em diferentes estágios de decomposição, incluindo ter buracos.

2. Lagartixa-satânica-cauda-de-folha

2
Nativa da ilha de Madagascar, há 8 Uroplatus phantasticus conhecidas por nós até agora. Esses animais se confundem com folhas secas ou podres, mas também são famosos por sua capacidade de se misturar com cascas de árvores. Não há realmente imagens capazes de captar perfeitamente quão variada sua camuflagem pode ser.

1. Polvo mímico


O campeão de camuflagem é esse polvo incrível com habilidades inacreditáveis de mímica. O vídeo acima, capturado pelo biólogo marinho Roger Hanlon, mostra o polvo copiando diversas cores, texturas, padrões e formas de seu entorno para se misturar com qualquer coisa na natureza. Incrível. Pule para 1:30 para vê-lo em ação.[Listverse]

Comente

Your email address will not be published. Required fields are marked *