Dando asas à informação

10 eventos que você pode viver para ver

Se o mundo não acabar amanhã, conforme algumas pessoas acham que a previsão maia indica, você tem tudo para conseguir ver alguns eventos incríveis. Baseados em estudos e previsão científica (em vez de mera superstição), podemos inferir que certas coisas estão de certo modo destinadas a acontecer no futuro da humanidade. Confira:

1 – Energia limpa e barata, 2016

O impacto desse evento em sua carteira vai ser ótimo. 2016 vai marcar uma importante mudança na forma como as necessidades de energia do mundo são atendidas. Através de uma combinação de preços altos do petróleo e queda nos custos de parques eólicos, é projetado que o petróleo finalmente torne-se mais caro do que a energia eólica em quatro anos. Isso deve marcar o início da queda dos preços da eletricidade em todo o mundo, mas a adoção lenta, até agora, significa que é improvável que isso se reflita nas contas de energia até a década de 2020, pelo menos.

2 – Mineração de hélio-3, 2020

A partir de 2020, a Agência Espacial Federal Russa planeja fazer operações de mineração de hélio-3 na lua. Extraordinariamente raro na Terra, o isótopo do hélio-3 será extraído e transportado da lua, a um custo estimado de US$ 4 bilhões (cerca de R$ 8 bi) por tonelada. A Rússia espera usar o produto químico em reatores de fusão nuclear para gerar energia limpa e segura para o mundo. Apesar de mineração da lua ser uma possibilidade legítima, o principal obstáculo no momento é encontrar uma maneira de construir um reator de fusão nuclear eficiente. Bilhões de dólares estão sendo gastos anualmente em pesquisa e desenvolvimento nesta área. Em meados da década de 2020, a União Europeia espera estabelecer a primeira usina energeticamente eficiente de fusão nuclear. Logo, nossos planos lunares podem tornar-se uma realidade – é só uma questão de tempo.

3 – Colonização de Marte, 2023

Em 2023, a empresa espacial privada holandesa Mars One espera acomodar quatro seres humanos no planeta vermelho. Esses pioneiros marcianos irão formar o primeiro assentamento permanente extraterrestre na história humana. Anunciado como o próximo grande salto para a humanidade, quatro astronautas adicionais serão enviados para a estação de energia solar a cada ano a partir de 2025 em diante, e não serão capazes de voltar mais para a Terra.

Nunca mais esses voluntários verão o pôr do sol no nosso planeta – casa, para eles, permaneceria um brilho distante no céu à noite. Mars One espera transmitir todo o evento – incluindo o processo de seleção dos astronautas e o voo espacial – na forma de um reality show, a fim de levantar os fundos necessários para as viagens. Custaria cerca de US$ 1,5 bilhão (R$ 3 bi) por pessoa para pousar e se estabelecer em Marte, e o tempo de voo estimado seria de pelo menos um ano.

4 – Conclusão de Masdar City, 2025

Masdar, a cidade imaculada do futuro, está prevista para ser concluída em 2025. Ela está atualmente em construção, pela Abu Dhabi Companhia de Energia do Futuro. A cidade vai ser completamente neutra em carbono, graças a uma grande variedade de geradores de energia sustentáveis, e seus desenvolvedores também esperam reciclar 100% de seus resíduos e água. Construída a um custo de US$ 20 bilhões (cerca de R$ 40 bi) com materiais ecológicos, Masdar é esperada para abrigar até 50 mil pessoas. Espera-se que o estabelecimento inaugure uma nova era de assentamentos ecologicamente amigáveis, abrindo espaço, tecnologicamente, para futuras construções semelhantes.

5 – Primeira crise dos recursos essenciais, 2030

Devido a uma população mundial crescente, a ONU prevê que até 2030 haverá escassez mundial de quase todos os recursos vitais, potencialmente mergulhando até 3 bilhões de pessoas em países desenvolvidos na pobreza. Além da falta maciça esperada de alimentos, energia e água – problemas que a mudança climática vai exacerbar, sem dúvida -, recursos naturais como o petróleo, isótopos de hélio e remédios também estarão perigosamente restritos. Se essas faltas se combinarem com fome ou secas, como é provável, então o potencial de empobrecimento generalizado e morte será ainda maior. Infelizmente, parece que esse problema quase inevitável será ignorado pelos governos até que seja tarde demais. Talvez os pioneiros marcianos sejam os sortudos.

6 – Olhos biônicos, 2035

Nós já possuímos a tecnologia para fornecer visão básica a indivíduos cegos – um feito inimaginável para as gerações de seres humanos que precederam a nossa. Além disso, espera-se que todas as pessoas com deficiência visual recuperem visão natural até a década de 2020. Ainda assim, podemos ainda esperar olhos artificiais, por volta de 2035. Estes olhos ultra-avançados biônicos nos permitem “ver” a luz infravermelha e ultravioleta. Eles podem até nos fornecer algo como a visão aguda de um falcão. Tal inovação incrível poderia muito bem ser o primeiro passo para a síntese de seres humanos e máquinas, criando humanoides poderosos cujo potencial de novas realizações seria muito superior ao nosso. Substituições de órgãos artificiais, assim, não apenas curariam nossas deficiências, mas também melhorariam nossas capacidades.

7 – Imortalidade, 2036

A maioria dos seres humanos, de vez em quando, sonha com a imortalidade. Graças à ciência médica, entendemos melhor do que nunca o que faz um indivíduo envelhecer, e esse sonho está mais perto de se tornar realidade.

O gerontologista britânico Dr. Aubrey de Grey prevê que, em 2036, haverá 50% de chance de travarmos completamente o processo de envelhecimento. A investigação médica tem tipicamente como alvo o comprimento dos telômeros, que são regiões na extremidade de cadeias de DNA que são ligeiramente encurtados cada vez que a célula se divide. Este encurtamento dos telômeros parece conduzir ao envelhecimento, e, se pudermos parar com isso e permitir que as células se repliquem perpetuamente, então teoricamente poderíamos deter o processo de envelhecimento e nos tornar “imortais” (ainda poderíamos morrer de bala perdida no Rio ou alagamento em São Paulo, é claro).

No entanto, esse processo é arriscado e podemos ironicamente brincar com a morte: ao interferir com a replicação nossas células, podemos, inadvertidamente, torná-las cancerosas (e o câncer lidera as mortes prematuras humanas). Os gregos acreditavam que a arrogância, ou arrogância humana, seria sempre castigada pelos deuses – talvez na esperança de imortalidade, estaríamos empurrando nossa sorte longe demais. Independentemente disso, a revista TIME prevê que a imortalidade será difundida em 2045 – talvez muitos de nós conseguirão aproveitá-la.

8 – Computação quântica em casa, 2037

Cientistas e pesquisadores estão cada vez mais perto de criar um computador quântico acessível. De acordo com pesquisadores da Universidade de New South Wales, Austrália, podemos esperar os primeiros verdadeiros computadores quânticos em cinco a dez anos.

Considerando que levou apenas 20 anos para nossas casas serem preenchidas com computadores básicos a partir da data de seu desenvolvimento, é razoável esperar que os primeiros computadores pessoais quânticos apareçam em torno de 2037. Até mesmo os computadores mais básicos seriam poderosos o suficiente para anunciar uma nova era de entretenimento doméstico. Supercomputadores, a esta altura, devem ser plenamente capazes de prever e simular – dentro de microssegundos – os efeitos da medicina sobre os seres humanos, revolucionando a indústria de cuidados de saúde. Espera-se que a computação quântica – depois dos olhos biônicos – constitua o próximo pequeno passo para a tecnologia, e o próximo grande salto para a humanidade.

9 – Singularidade tecnológica, 2045

Ray Kurzweil prevê que os seres humanos chegarão a uma singularidade tecnológica em 2045. Singularidade é o ponto em que a inteligência dos computadores transcende a dos seres humanos, e começa a se envolver em um ciclo perpétuo de autoaperfeiçoamento, independentemente da interferência humana.

Círculos filosóficos e científicos violentamente debatem a plausibilidade de tal hipótese, e alguns ainda duvidam que as máquinas possam realmente ser inteligentes. Mas se isso se tornasse mesmo uma realidade, as implicações para a espécie humana seriam verdadeiramente assustadoras. Por qual razão seres de silício superinteligentes e imortais ajudariam os humanos que os criaram? Por que nos manteriam vivos? Cenários como esse são particularmente importantes para os interessados em vida extraterrestre: se chegarmos a singularidade tecnológica como muitos de fato esperam, então podemos imaginar que androides superinteligentes se espalharão por toda a galáxia. Os astronautas marcianos podem não ter tanta sorte quanto pensávamos, então.

10 – Catástrofe global, 2050-60

Apesar das muitas inovações fascinantes que o futuro nos aguarda, parece que a década de 2050 será um momento terrível para qualquer um que estiver vivo. Na verdade, nossa imortalidade pode muito bem ser de curta duração.

Nessa década, a população humana deverá ter superado 9 bilhões, e a ONU prevê que não só teremos que lidar com a escassez extrema de água, alimentos e energia – tudo agravado pelas mudanças climáticas -, mas também teremos que combater um colapso sistemático da vida marinha global, como resultado do excesso de pesca e poluição. Isso por si só acelera a mudança climática, e colapsaria muitos ecossistemas não marinhos também.

O World Wildlife Fund (WWF) prevê extinções de fauna e flora durante este tempo, e o futurista Simon Hopkins acredita que esse caos irá conduzir ao colapso econômico. Conforme nossa espécie fica mais desesperada, provavelmente nos envolveremos em uma guerra global em uma escala tecnológica nunca antes vista. É, certamente, uma visão bastante sombria do futuro, mas não é um futuro cujos desastres não podemos impedir. Os seres humanos têm uma forma peculiar de se adaptar às dificuldades, e alguns de nós, sem dúvida, sobreviverão como ratos após o impacto de um asteroide.

Porém, podemos nem sequer lembrar os nossos antigos seres. Nós talvez nos pareceremos com máquinas, ou sejamos imortais – qualquer que seja o caso, é certo que vamos perseverar, como sempre fazemos em tempos de dificuldade extrema.[Listverse]

Comente

Your email address will not be published. Required fields are marked *