Dando asas à informação

10 fatos pouco conhecidos sobre o mundo antigo

Quando as pessoas ouvem falar do mundo antigo, elas pensam automaticamente nas regiões antigas da Grécia, Roma, Egito, Pérsia, Mesopotâmia e China. Muitos estão cientes do fato de que a Grécia deu à luz a filosofia ocidental, ao teatro, à democracia e aos Jogos Olímpicos. Também sabem que os chineses inventaram o papel e a pólvora, e que Roma criou um dos maiores e mais poderosos impérios de todos os tempos.

Mas a cultura popular ignora, muitas vezes, vários outros fatos interessantes sobre o antigo mundo, que ainda têm grande influência sobre a vida cotidiana hoje. Confira:

10. Queijo feta, envelhecido e antigo

10

Queijo feta, feito a partir do leite de ovinos e caprinos, é o queijo nacional da Grécia e é atualmente um dos queijos mais populares do mundo. Mas o que a maioria das pessoas não sabe é que ele remonta a tempos antigos. O alimento é até mesmo discutido em várias fontes gregas antigas. Por exemplo, no livro Odisséia, Ciclope prepara um queijo a partir de leite de ovelha, que se acredita ser feta.

9. Celtas não eram bárbaros

9

Escritores e historiadores greco-romanos geralmente descreviam os celtas como bárbaros incivilizados. Existem muitas fontes históricas que narram a prática céltica bárbara de sacrifício humano e animal.

Ao mesmo tempo, ambos os antigos gregos e romanos sacrificavam animais e às vezes até mesmo seres humanos para os deuses – aliás, muito antes dos celtas fazerem o mesmo. O Rei Agamenon, por exemplo, é conhecido por ter sacrificado a própria filha, Ifigênia. Os gregos antigos também organizavam jogos de combate em que seres humanos lutavam até a morte para o prazer dos espectadores. E é bem sabido que os romanos faziam seus prisioneiros lutarem uns contra os outros ou contra ferozes animais selvagens no interior de arenas públicas, como o Coliseu. Então, quem eram os gregos e romanos para atirar pedras nos celtas?

Como se vê, os sacrifícios religiosos celtas eram muitas vezes menos cruéis e bárbaros que muitos dos massacres perpetrados pelos romanos.

8. Primeiro sismógrafo é chinês

8

A maioria das pessoas assume que o sismógrafo é um produto do mundo ocidental, mas esse não é o caso. Em 130 dC, Zhang Heng, um astrônomo e estudioso literário chinês, inventou o primeiro instrumento de monitoramento de terremotos. A máquina era capaz de detectar e identificar a localização geral de terremotos. Zhang Heng é essencialmente o avô do sismógrafo moderno, embora não costume ganhar crédito por isso.

7. Cappuccino é nomeado a partir de uma cripta de monges romanos antigos

7

A Cripta dos Capuchinhos em Roma consiste de cinco capelas, bem como um corredor de 60 metros de comprimento, e está decorada com os ossos de 4.000 monges falecidos. A ordem católica insiste que ela não é macabra, mas sim uma lembrança silenciosa de nossa própria mortalidade precária. A bebida de café, cappuccino, ganhou o seu nome a partir destes monges, que eram conhecidos por seu costume de usar um capuz, ou cappucio, com seus hábitos.

6. Índia sempre teve laços com o Ocidente

6

Contrariamente à crença popular, a Índia foi introduzida ao mundo e cultura ocidentais muito antes de a Grã-Bretanha ou outras potências coloniais desembarcarem no (e dominarem) o país. Alexandre, o Grande, foi uma das primeiras figuras importantes a colocar a Índia em contato com o Ocidente, mais especificamente com a cultura e civilização gregas. Após sua morte, um vínculo substancial entre a Europa e o Oriente não seria restaurado até o explorador português Vasco da Gama chegar a Calecute, na Índia, em 1498.

5. Persas são os primeiros arianos

5

Mesmo que a cultura popular tenda a retratar os persas como pessoas não caucasianas, eles sempre pensaram em si mesmos como os arianos originais. Em persa, a palavra “Irã”, na verdade, significa “Terra dos Arianos”. Os Medos eram de origem ariana, e foram as primeiras pessoas a unificar o Irã em torno do século VI aC. Uma das tribos, os Reis Magos, eram sacerdotes zoroastrianos poderosos. Os magos mais famosos são os Três Reis Magos da história cristã, que trouxeram presentes para o Cristo recém-nascido.

4. O costume do brinde é grego

4

Quando fazemos um brinde em jantares hoje, a maioria de nós não tem ideia de onde essa tradição começou, ou por que razão. Na Grécia antiga, o anfitrião sempre tomava o primeiro gole de vinho, para garantir a seus convidados que a bebida não estava envenenada – daí a palavra “Saúde”. Há também boatos de que o brinde (bater duas taças juntas) servia para misturar os líquidos (um pouco de cada taça caia na outra), novamente, para garantir que nenhum dos copos estivesse envenenado. Ou seja, brindar é questão de vida ou morte.

3. Comédia e tragédia: origem

3

A maioria das pessoas já sabe que a comédia e a tragédia se originaram na Grécia. O que muitos não conhecem, no entanto, é a origem destes dois termos. A palavra “tragédia” vem da palavra grega para “canção de cabra”, porque as primeiras tragédias gregas honravam Dionísio, o deus do vinho, e as pessoas no palco usavam peles de cabra. Tragédias eram histórias nobres de deuses, reis e heróis. Comédias, ou “revel”, por outro lado, eram mais frequentemente sobre a classe baixa e suas travessuras hilariantes.

2. Romanos inventaram o shopping

2

O primeiro shopping center do mundo foi construído pelo imperador Trajano em Roma. Ele consistia de mais de 150 lojas que vendiam tudo, desde comida e bebida a roupas e especiarias. É também conhecido como Mercado de Trajano e foi, essencialmente, o primeiro centro comercial “modernizado”, pelo menos em termos do conceito.

1. O povo de Mesopotâmia foi o primeiro a cultivar a natureza

1

Mesopotâmia, que basicamente cobria a área do atual Iraque, significa “terra entre os rios” em grego. É muitas vezes chamada de “berço da civilização”, porque foi o local da primeira civilização verdadeira do mundo. Uma das contribuições mais importantes em tecnologia – a capacidade de controlar o fluxo dos rios Tigre e Eufrates – foi alcançada pelos sumérios. Quando eles aprenderam a construir diques, não ficaram mais dependentes das cheias anuais, e conquistaram um abastecimento alimentar estável durante todo o ano. Isso resultou na primeira civilização, porque as pessoas não precisavam mais ser nômades.[Listverse]

Um comentário

  1. informações importantes para todos, é uma pena que as TVs só trazem novelas e p….., pois seria muito bom se estas reservasem um espaço para informações como estas isto é cultura, e infelismente o nosso país ñ tem.

Comente

Your email address will not be published. Required fields are marked *