Dando asas à informação

10 filmes super estranhos

Quer dicas de filmes para ver no feriadão? Confira essa lista sobre os mais estranhos filmes de todos os tempos (o que não impede que sejam também muito bons). Todos são o tipo de filme que deixa você pensando “o quê?!” conforme os créditos rolam. Confira:

1 – Eu, Você e Todos Nós (Me and You and Everyone We Know)

Diretora: Miranda July

“Eu, Você e Todos Nós” é uma observação poética e penetrante de como as pessoas têm dificuldade em se conectar umas com as outras em um mundo contemporâneo isolante. Christine Jesperson é uma artista solitária e motorista que usa suas fantásticas visões artísticas para desenhar as suas aspirações e os objetos de desejo mais próximos dela. Richard Swersey é um vendedor de sapatos recém-solteiro e pai de dois meninos, preparado para que coisas incríveis aconteçam. Mas quando ele se encontra com a cativante Christine, entra em pânico. A vida não é tão oblíqua para Richard Robby, de 6 anos, que está tendo um romance arriscado pela internet com um estranho, e seu irmão de 14, Peter, que passa a ser a cobaia de meninas da vizinhança que praticam para um futuro de romance e casamento.

2 – Donnie Darko

Diretor: Richard Kelly

Durante a eleição presidencial de 1988, um adolescente chamado Donnie Darko sonâmbula de sua casa uma noite, e vê um coelho gigante de aparência demoníaca chamado Frank, que lhe diz que o mundo acabará em 28 dias, 6 horas, 42 minutos e 12 segundos. Ele volta para casa na manhã seguinte e descobre que um motor a jato caiu em seu quarto. Enquanto ele tenta descobrir por que sobreviveu e lida com as pessoas de sua cidade, como o valentão da escola, seu professor conservador e um guru de autoajuda, Frank continua a aparecer em sua mente, levando-o a cometer atos de vandalismo e coisas piores.

3 – Laranja Mecânica (A Clockwork Orange)

Diretor: Stanley Kubrick

Brigar, roubar, cantar, violar… O agitador Alex tem sua própria maneira de se divertir: à custa dos outros. A jornada de Alex de punk amoral a cidadão adequado através de lavagem cerebral forma o arco dinâmico da visão de Stanley Kubrick do romance de Anthony Burgess. Imagens inesquecíveis, surpreendentes contrapontos musicais e linguagem original fazem desse filme intrigante e bem cotado. Altamente controverso quando lançado pela primeira vez, Laranja Mecânica venceu o New York Film Critics como Melhor Filme e ganhou quatro indicações ao Oscar, incluindo Melhor Filme. O poder de sua arte é tal que ainda seduz espectadores até hoje.

4 – Delicatessen

Diretor: Marc Caro e Jean-Pierre Jeunet

A história é centrada em um microcosmo de uma sociedade pós-apocalíptica na qual a comida é tão rara que é inestimável e usada como moeda. A história gira em um prédio de apartamentos com uma delicatessen no piso térreo. O proprietário do restaurante também é dono do prédio e ele está precisando de um novo homem para manutenção, pois o antigo “misteriosamente” desapareceu. Um ex-palhaço se inscreve para o trabalho e a intenção do “açougueiro” (dono) é que ele fique lá temporariamente, para depois servi-lo para os inquilinos que o pagam em grãos. No entanto, o palhaço e a filha do açougueiro se apaixonam e ela tenta despistar os planos de seu pai entrando em contato com os “trogloditas”, um grupo de comedores de grão que vivem no subsolo da sociedade e são, possivelmente, os mais sensatos, já que veem o alimento como alimento, e não dinheiro. Este filme reflete um tipo de ficção científica chamado La Nouvelle Vague.

5 – Pi

Diretor: Darren Aronofsky

Em Manhattan (Nova York, EUA), atrás de seis fechaduras, vive Max Cohen, um matemático e expert em computação. Desde que olhou diretamente para o sol com seis anos, ele tem dores de cabeça terríveis. Não mantém nenhum contato humano, exceto com um professor, e é obcecado em encontrar padrões numéricos. Sua obsessão atual é o mercado de ações, e suas teorias chamam a atenção dos operadores de Wall Street. Ele também continua esbarrando em Lenny, um hassídico de fala rápida que comanda uma quadrilha que quer redescobrir mistérios matemáticos perdidos na Torá (livro sagrado dos judeus). Nenhum grupo é benigno, e todos perseguem a ajuda de Max conforme suas alucinações e dores de cabeça pioram. Será que a natureza oferece soluções? Max pode encontrá-las?

6 – Cidade dos Sonhos (Mulholland Drive)

Diretor: David Lynch

Nessa trama confusa, uma jovem atriz de olhos brilhantes viaja para Hollywood, só para ficar presa em uma sombria conspiração envolvendo uma mulher que quase foi assassinada, e agora está com amnésia por causa de um acidente de carro. Eventualmente, as duas mulheres são puxadas para uma ilusão psicótica envolvendo uma caixa azul perigosa, um diretor chamado Adam Kesher e a misteriosa boate Silencio.

7 – Afogando em Números (Drowning by Numbers)

Diretor: Peter Greenaway

Cansado das maneiras de seu marido, a mãe de duas filhas o afoga. Com a ajuda relutante do legista local, o assassinato é obscurecido. Suas filhas estão tendo problemas semelhantes em seus relacionamentos, e tendem a seguir o exemplo de sua mãe. O legista se vê na “bagunça”. Conforme a trama avança, números visuais e falados aparecem nas cenas, contando de 1 a 100.

8 – Mistérios e Paixões (Naked Lunch)

Diretor: David Cronenberg

O exterminador Bill Lee acaba “pegando” o vício da sua esposa em um inseticida que ele usa. Após acidentalmente matá-la, ele passa a uma existência alucinatória na qual imagina ser um agente secreto respondendo a uma série de criaturas bizarras. Ele canaliza suas energias para escrever “relatórios” sobre a sua missão delirante, ao tentar acabar com o seu vício. A história vagamente reflete os eventos da vida do autor Burroughs, que escreveu o romance.

9 – Os Idiotas (The Idiots)

Diretor: Lars von Trier

Um grupo de jovens perfeitamente inteligentes decide reagir ao culto da sociedade a uma forma não criativa e irresponsável de inteligência vivendo juntos em uma comunidade de “idiotas”. Sua principal atividade torna-se sair para o mundo das pessoas “normais” e fingir serem retardados mentais. Eles se aproveitam da situação para criar anarquia aonde vão e tentam por todos os meios possíveis irritar, perturbar, incomodar, ridicularizar, enfurecer e chocar as pessoas. O filme começa conforme eles recrutam uma nova “alma perdida” e a apresentam a seu líder megalomaníaco.

10 – Brazil – O Filme (Brazil)

Diretor: Terry Gilliam

Em uma visão orwelliana do futuro, a população é completamente controlada pelo Estado, mas a tecnologia continua quase como era na década de 1970. Sam Lowry é um funcionário público que um dia descobre um erro em um dos documentos que passam por seu escritório. O erro leva à prisão de um homem totalmente inocente, e apesar de Lowry tentar corrigi-lo, o erro só fica maior e maior, sugando-o com ele.

Conhece outros filmes estranhos? Compartilhe nos comentários.[Listverse]

Comente

Your email address will not be published. Required fields are marked *