Dando asas à informação

10 incríveis teatros antigos que você ainda pode visitar

Na antiga Atenas, o teatro era considerado a forma mais significativa de arte. As histórias que eram encarnadas nos grandes estabelecimentos incorporavam elementos da poesia, dança, música e atuação. Muitos estão familiarizados com os teatros de hoje, como Broadway, em Nova York (EUA), Teatro Bolshoi, em Moscou (Rússia), La Scala, em Milão (Itália), e Sydney Opera House (Austrália), mas o que aconteceu com os teatros do passado e toda a sua glória? Confira uma lista com dez dos teatros antigos mais bem preservados, principalmente das culturas grega e romana.

10. Teatro de Side

10
As ruínas romanas de Side, que ainda estão em bom estado, incluem um templo, a porta da cidade e um grande teatro que podia acomodar cerca de 15 mil pessoas. Side é uma cidade popular na costa mediterrânea da Turquia. Foi fundada por colonos gregos no século VII aC, e foi um dos mais importantes centros de comércio da região. Em 25 aC, Side tornou-se parte da província romana da Galácia, e prosperou através do seu comércio de azeite e escravos. O teatro foi o principal ponto cultural da cidade por muitos anos, e atraiu pessoas notáveis de toda a região do Mediterrâneo. Os restos da obra mais tarde foram usados para lutas de gladiadores, e até mesmo como uma igreja durante a explosão do cristianismo.

9. Teatro romano de Bosra

9
Bosra é uma cidade antiga localizada na Síria moderna, ao sul de Damasco. É uma das cidades mais antigas da Terra, mencionada no século XIV aC por hieróglifos egípcios. A cidade foi conquistada pelos romanos em 106 dC, e o Teatro de Bosra foi construído logo depois, com capacidade para 15.000 pessoas. Como uma fortaleza foi construída em torno do teatro pela dinastia aiúbida, ele é agora um dos melhores teatros romanos preservados do mundo. Tem uma acústica incrível, um proscênio de três andares, e trinta e cinco fileiras de assentos.

8. Teatro de Delfos

8
Delfos, como muitas pessoas já sabem, foi um dos locais mais importantes da antiga religião grega, que abriga o santuário e oráculo de Apolo. O teatro de Delfos foi construído sobre uma colina, dando aos espectadores uma visão de todo o santuário e a paisagem espetacular que o rodeia. Foi originalmente construído no século IV aC, e pode acomodar cinco mil espectadores. Embora escavado e restaurado, o teatro está em mau estado. Os blocos de pedra calcária têm rachaduras e muitas de suas características arquitetônicas estão espalhadas por toda a área.

7. Teatro romano de Amã

7
O monumento mais impressionante do Jordão é, provavelmente, o teatro que foi construído durante o reinado de Antonino Pio, para seis mil pessoas. O teatro era localizado entre um fórum com colunas, das quais apenas uma pequena parte permanece até hoje. Originalmente, estava ao lado de um córrego e uma estrada principal, Decumanus Maximus. Um portão de arco triplo que ficava ao norte do fórum também desapareceu – era a entrada para a cidadela, e foi mencionado por viajantes tão tarde quanto 1900. Em 1948, o teatro proporcionou um refúgio temporário para milhares de palestinos que escaparam do que se tornou Israel. Dentro de duas semanas, a população de Amã quase dobrou.

6. Teatro romano de Taormina

6
Taormina foi uma colônia grega na costa leste da ilha da Sicília. O teatro foi construído pelos gregos no século II aC, e tem uma vista fantástica de todos os belos lugares da vizinhança: Etna, a baía de Naxos, Taormina e a água cristalina do Mediterrâneo. O teatro foi renovado e ampliado pelos romanos, e hoje é um dos maiores teatros antigos da Sicília, perdendo apenas para o de Syracuse. Este monumento maravilhoso é sede do Festival Internacional de Arte, Cinema, Teatro e Dança de Taormina.

5. Teatro de Mérida

5
Mérida tem diversos edifícios notáveis, mas o teatro patrocinado por Marco Agripa é sem dúvida o mais importante da cidade, e talvez de toda a Península Ibérica. É um bom exemplo de design clássico de teatro romano. Possui três seções de assentos horizontais, que correspondiam à classe social dos espectadores. Estima-se que a capacidade do teatro é de cerca de cinco mil e quinhentos espectadores. Nos séculos seguintes à sua construção, o teatro passou por várias restaurações, que introduziu novos elementos arquitetônicos e decorações. A estrutura foi restaurada novamente em 1970, e permaneceu em seu estado atual desde então. Ela ainda serve como lugar de performance, graças à celebração de um festival anual de teatro clássico.

4. Teatro de Dionísio

4
O Teatro de Dionísio, que fica praticamente na sombra da Acrópole, é provavelmente o teatro mais antigo do mundo. Durante a era clássica, a performance de drama ateniense era comum. Acredita-se que o teatro foi construído por descendentes do tirano Peisistratos, e teve muitas alterações e ampliações posteriores, o que significa que sua evolução arquitetônica continua a ser um mistério. Restos hoje derivam do período romano tardio do teatro, com apenas algumas fileiras de bancos que datam do período grego clássico. Um esforço está em andamento para restaurar o antigo teatro usando fragmentos da pedra original, que estão espalhados por todo o local.

3. Teatro romano de Orange

3
Originalmente construído a mando do imperador Augusto no século I dC, o teatro romano de Orange foi fechado por decreto oficial em 391 dC, devido à oposição da Igreja cristã ao que eram considerados “espetáculos incivilizados”. O antigo teatro foi restaurado no século XIX, e hoje é a casa do Chorégies d’Orange, um festival de ópera no verão. O guia em áudio proporciona aos visitantes do teatro informações interessantes sobre os shows e vida social na cidade provençal durante a época romana.

2. Teatro de Epidauro

2
O teatro de Epidauro é sem dúvida o mais famoso e mais bem preservado teatro antigo do mundo. Funcionou como o centro político e religioso de Epidauro, uma cidade-estado de pequena importância que viveu sob a sombra de centros mais poderosos, como Corinto, Esparta e Atenas. As escavações, que começaram em 1880 e foram concluídas com restaurações no século XX, revelaram a amostra mais perfeita do antigo teatro grego. O sítio tem cinquenta e cinco fileiras de assentos, divididas em doze níveis no menor patamar e vinte e dois no superior, dando ao teatro uma capacidade de mais de vinte mil espectadores. A acústica do lendário teatro tem sido fonte de especulação acadêmica; algumas teorias sugerem que os ventos predominantes carregavam os sons ou máscaras amplificavam vozes, enquanto outros dizem que o segredo está no design dos assentos. Nenhuma teoria foi totalmente comprovada, mesmo após décadas de pesquisa.

1. Odeão de Herodes Ático

1
Se essa lista fosse baseada apenas no impacto cultural e histórico, Epidauro ficaria com o primeiro lugar. Mas já que estamos também levando em conta uma história única e boa localização, o Odeão de Herodes Ático recebe o pódio. Na encosta sul da Acrópole de Atenas, o Odeão foi construído em 161 dC por Herodes Ático em memória da sua esposa, por isso também é um memorial que passou a funcionar como teatro. É muito possível que Herodes fosse o mais rico ateniense da época. Embora fosse grego de sangue, era um honrado e privilegiado cidadão romano. Por conta de sua vasta riqueza e educação (ele era filósofo, sofista e retórico), Herodes ficou muito popular, mesmo entre as famílias romanas reais. Diz-se que ele também foi professor de dois imperadores romanos: Lúcio Vero e Marco Aurélio. O pensador viveu uma vida distintamente romana, e se casou com uma jovem e bela mulher romana chamada Rigillia, que infelizmente morreu ainda muito jovem. O luto de Herodes foi tão insuportável que ele pintou todas as paredes e cortinas de sua casa de preto, e recusou-se a sair por um ano inteiro. Quando ele finalmente conseguiu superar sua depressão, fez várias dedicatórias à memória de sua esposa. Uma delas foi o monumento à direita do Parthenon, que primeiro chamou de “Odeão de Rigilla”, mas que, em seguida, egoisticamente renomeou para “Odeão de Herodes Ático”.[Listverse]

Comente

Your email address will not be published. Required fields are marked *