Dando asas à informação

10 locais pré-históricos misteriosos

Existem centenas de localidades misteriosas em todo o globo. Algumas são semelhantes ao famoso Stonehenge, um alinhamento megalítico da Idade do Bronze que fica na Inglaterra, com círculos de pedra, enquanto outras são inteiramente originais ou ainda mais bizarras. Todos esses sítios arqueológicos antigos sugerem fortemente que não sabemos tanto sobre o nosso passado quanto gostaríamos. Confira:

10. Rochas de Carnac – França

10
As rochas de Carnac são uma coleção densa de mais de três mil pedras ao redor da aldeia francesa de Carnac – a maior coleção do tipo no mundo. As pedras foram erguidas entre 4500 e 3300 aC. Há uma variedade de teorias sobre seu propósito. Algumas afirmam que as pedras foram alinhadas astronomicamente, com a intenção de criar um observatório ou um sistema de calendário. Outras acreditam que elas foram utilizadas como instrumentos sísmicos primitivos, com as pedras equilibradas agindo como detectores de terremotos. O local também poderia apoiar a ideia controversa do “quintal megalítico”, uma unidade de medida comum teórica que foi utilizada para construir sítios megalíticos.

9. Obelisco Inacabado de Aswan – Egito

9
Nas pedreiras antigas perto de Aswan, no Egito, encontra-se um pedaço gigantesco de pedra que se destinava a ser um obelisco. O obelisco nunca foi terminado, provavelmente devido a rachaduras que se formaram na pedra durante a obra (embora alguns acreditem que os construtores podem ter sido violentamente interrompidos). O tamanho deste objeto é o que o torna notável. Teria sido um terço maior do que qualquer outro obelisco antigo conhecido, se tivesse sido finalizado. Com 42 metros de altura e pesando 1.200 toneladas, este único pedaço de pedra teria sido mais alto do que um prédio de dez andares. Há muito poucos guindastes modernos que podem mover um objeto tão grande, então como, exatamente, os egípcios antigos planejavam transportá-lo e montá-lo? Mistério.

8. Antequera – Espanha

8
Os três dólmens (monumentos megalíticos tumulares coletivos) mais importantes da Espanha – Cueva de Menga, Cueva de Viera, e os Tholos de El Romeral – são alguns dos maiores do mundo. As maiores pedras usadas em sua construção pesam 180 toneladas, e foram transportadas a partir de mais de um quilômetro de distância. Os locais, perto da cidade de Antequera, provavelmente foram estabelecidos ao redor de 3700 aC, tornando-os contemporâneos de muitos sítios megalíticos famosos, como Stonehenge. Muitas das paredes apresentam figuras antropomórficas. Menga está alinhado com o solstício de verão, e El Romeral possui vários traços e características comuns a dólmens descobertos na ilha de Creta, o que sugere contato com a civilização minoica.

7. Ggantija – Malta

7
Ggantija é um complexo de dois templos megalíticos na ilha maltesa de Gozo. Os templos de pedra foram construídos em torno de 3600 aC, tornando-se a segunda estrutura religiosa mais antiga já encontrada, logo atrás de Gobekli Tepe. Vale a pena lembrar que esta era uma época em que ferramentas de metal não estavam disponíveis para os nativos das ilhas maltesas, e a roda ainda não tinha sido inventada. Acredita-se que Ggantija pode ter sido um local de culto à fertilidade, já que figuras e estatuetas associadas a fertilidade foram descobertas lá. Pequenas pedras esféricas também foram achadas, que arqueólogos acreditam que podem ter sido usadas como rolamentos no transporte dos blocos de pedra maciça que compõem a obra. Ninguém sabe como ou por que os templos foram construídos.

6. Rochas esféricas – Costa Rica

6
Variando em tamanho de alguns centímetros a mais de dois metros de diâmetro e pesando até quinze toneladas, uma coleção de mais de duas centenas de pedras esféricas foi encontrada na Costa Rica. As esferas provavelmente foram esculpidas entre 1500 e 500 aC por uma civilização que já desapareceu, embora a datação exata seja impossível. Existem inúmeros mitos e lendas relativas às rochas, com alguns afirmando que elas são relíquias de Atlântida, e outros que seus construtores possuíam uma “poção” que suavizava a pedra. Embora elas tenham erodido e sido danificadas ao longo dos séculos, teorias dizem que, originalmente, as rochas eram esculpidas em esferas perfeitas. Mais uma vez, ninguém sabe o propósito a que serviram essas pedras.

5. Cabeças olmecas – México

5
As cabeças olmecas são uma coleção de dezessete cabeças colossais, esculpidas em pedra. Elas datam de 1500 a 1000 aC, e pesam entre 6 e 50 toneladas. Cada cabeça é esculpida com um cocar único, levando alguns a acreditar que foram feitas para ser representações de poderosos governantes olmecas. Outros afirmam que a estrutura do rosto se assemelha ao de um homem africano, sugerindo que esta pode ser uma evidência de uma civilização africana avançada que visitou as Américas em tempos pré-históricos.

4. Mistério de Yonaguni – Japão

4
Em 1987, um grupo de estranhas formações foi encontrado debaixo d’água na costa da ilha de Yonaguni. Estas formações apresentam bordas planas paralelas, ângulos retos, pontas afiadas, pilares e colunas, levando muitos a acreditar que poderiam ter sido construídas pelo homem. A última vez que esta área esteve terra seca, ou seja, acima do mar, foi 8 a 10.000 anos atrás, durante a última idade do gelo. Se Yonaguni realmente foi construído por seres humanos, seria uma das estruturas mais antigas da Terra e mudaria drasticamente o que nós pensamos que sabemos sobre a pré-história.

3. Golfo de Cambaia – Índia

3
Em 2001, evidências de uma cidade submersa foram encontradas ao largo da costa da Índia, no golfo de Cambaia. Várias estruturas feitas pelo homem foram identificadas utilizando sonar, incluindo grandes edifícios e canais. Artefatos, como fragmentos de cerâmica, foram recuperados do fundo do mar. A escala da cidade é muito grande, especialmente considerando o fato de que um pedaço de madeira foi datado de 9500 aC. Se realmente existiu naquela época, a cidade seria milhares de anos mais velha do que a cidade mais antiga da Índia, e teria existido milhares de anos antes dos seres humanos serem conhecidos por construir cidades deste porte. Algumas pessoas não concordam com essa data sugerida, dizendo que a datação da madeira por carbono não prova nada. Independente disso, esse é, de fato, um dos mais intrigantes locais do mundo.

2. Ilha de Páscoa

2
Na Ilha de Páscoa, uma das ilhas habitadas mais remotas da Terra, está localizado um dos mistérios mais famosos do mundo: as estátuas de pedra gigantes Moai. Queridas por muitos turistas, pouco se sabe sobre elas. Apesar de ter sido pensado inicialmente que eram apenas cabeças, a escavação mostrou que quase todas têm corpos. Muito poucas estátuas foram realmente erguidas; a maioria foi deixada em pedreiras, ou abandonada durante o transporte. Os arqueólogos não sabem por que elas foram construídas, o que significavam, como foram transportadas e montadas, ou por que foram deixadas inacabadas. Há uma forma de escrita hieroglífica em algumas das estátuas, que ninguém foi capaz de traduzir. O povo da Ilha de Páscoa em si é um mistério, pois ainda não está claro de onde eles vieram originalmente. Uma das mais loucas teorias sobre a ilha é de que ela é o pico de uma montanha submarina e tudo o que resta da civilização perdida de Mu.

1. Gobekli Tepe – Turquia

1
Esse local é geralmente considerado a mais antiga estrutura religiosa do mundo. A datação por radiocarbono a coloca entre 10.000 e 9.000 aC. Gobekli contém estruturas de pedra e pilares de pedra, que apresentam esculturas de vários animais predadores. Os pilares – alguns chegando a cerca de vinte toneladas de peso – datam de uma época em que os humanos eram caçadores-coletores. O local parece ter sido construído antes do advento da agricultura, da religião, da linguagem escrita, da roda, da cerâmica, da domesticação dos animais, bem como da utilização de outra coisa senão ferramentas de pedra simples. Como essas estruturas foram construídas numa época em que os seres humanos eram basicamente homens das cavernas? Como eles esculpiram enormes pedaços de pedra e os cortaram sem ferramentas de metal? Qual foi o propósito de tal local, antes que a religião tivesse sido criada? A descoberta e escavação em curso de Gobekli Tepe pode, eventualmente, alterar a nossa concepção da pré-história para sempre.[Listverse]

3 comentários

  1. Muito interessante este tópico!!!
    Isto mostra como ainda estamos “longe” de saber as origens e objetivos das antigas sociedades e civilizações humanas!!!
    Parabéns pelo artigo…
    “A verdade está lá fora”!!! (Arquivos-X)
    ………………..
    Camargo – Curitibanos – SC

  2. cadastrar no recebimento de emails

  3. Comment

Comente

Your email address will not be published. Required fields are marked *