Dando asas à informação

10 lugares tão misteriosos quanto o Triângulo das Bermudas

Todo mundo já ouviu falar do Triângulo das Bermudas e os mistérios que o rodeiam. Teorias sobre esta área vão de razoáveis a simplesmente ridículas, mas não importa se você acredita que é um local de abdução alienígena ou um portal para outra dimensão; o que todos concordam é que é certamente estranho. E não é o único lugar misterioso do mundo. Confira 10 outros:

10. Montanhas da Superstição

10
As Montanhas da Superstição ou Os Superstições são uma cordilheira localizada a leste de Phoenix, no Arizona (EUA). Segundo a lenda, em algum momento dos anos 1800, um homem chamado Jacob Waltz descobriu uma enorme mina de ouro nas montanhas, que foi apelidada de Mina de Ouro do Holandês Perdido (isso porque Waltz era alemão). Ele manteve o local em segredo até seu leito de morte, mas pode ou não (dependendo de qual versão da história você está lendo) ter contado a uma única pessoa sua história. Independentemente disso, a mina nunca foi encontrada, apesar de muitas expedições terem sido feitas. Alguns dizem que os espíritos das pessoas que perderam suas vidas em busca do ouro ainda assombram as montanhas. Uma lenda supostamente nativa americana diz que os tesouros são vigiados por criaturas chamadas Tuar-Tums (“pessoas pequenas”) que vivem abaixo das montanhas em cavernas e túneis. Alguns apaches acreditam que a entrada para o inferno está localizada nessas montanhas.

9. Anomalia do Atlântico Sul

9
Você já se perguntou se havia um Triângulo das Bermudas no espaço? Porque tem, e ele é chamado de Anomalia do Atlântico Sul. A AAS é uma área na qual a banda de radiação conhecida como cinturão de Van Allen mais se aproxima da superfície da Terra. Geograficamente, é localizada um pouco depois da costa do Brasil, e é responsável por inúmeros problemas com satélites e naves espaciais, de bagunçar seus programas a encerrar suas atividades. O telescópio Hubble é desligado ao passar pela Anomalia, e a Estação Espacial Internacional evita agendar passeios espaciais ao passar por ela (o que acontece até 5 vezes por dia). E não ocorrem somente problemas técnicos; alguns astronautas dizem ter visto “estrelas cadentes” em seu campo visual quando passaram por lá. A causa de todas estas bizarrices não é totalmente compreendida. O principal suspeito são os altos níveis de radiação que se acumulam na região da anomalia, mas os cientistas não têm certeza de como ou por que ocorrem tais efeitos. Por enquanto, podemos culpar os alienígenas.

8. Lago Anjikuni

8
Não contente com apenas alguns indivíduos desaparecidos, o Lago Anjikuni, no Canadá, decidiu levar as coisas para o próximo nível e fornecer o local para o desaparecimento de uma vila inteira. Tudo aconteceu em novembro de 1930, quando um caçador chamado Joe Labelle estava à procura de abrigo para a noite. Labelle estava familiarizado com a aldeia Inuit, cuja população varia 30 a 2.000 (dependendo de quem você acredita), e foi até lá para dormir. O que ele encontrou, no entanto, foi uma cena bastante estranha: nenhum morador estava lá. Todo o resto, incluindo alimentos e rifles, havia sido deixado para trás. Labelle telegrafou a polícia canadense e uma investigação começou. Na vila, foi descoberto que pelo menos uma (fontes variam) sepultura tinha sido aberta, claramente não por animais, e esvaziada. Além disso, cerca de 100 metros da aldeia, os corpos de cerca de 7 cães de trenó foram encontrados mortos de fome, apesar de haver alimentos na aldeia. Algumas versões da história ainda relatam luzes estranhas. Então, o que realmente aconteceu? Houve todo o tipo de alegações sobre a causa do desaparecimento, inclusive alienígenas (é claro), fantasmas e até mesmo vampiros. As autoridades canadenses desconsideram a história como uma lenda urbana, mas com tantas versões que flutuam há tantos anos, é difícil ter certeza de alguma coisa (exceto sobre a teoria dos vampiros – seria um pouco demais acreditar nisso).

7. Mar do Diabo

7
Mar do Diabo (ou Triângulo do Dragão, faça a sua escolha do que soa mais ameaçador) é uma área do Oceano Pacífico cercada por acontecimentos estranhos, como o seu homólogo Atlântico, perto das Bermudas. Localizado na costa do Japão, tem sido o local de inúmeras alegações de fenômenos inexplicáveis, incluindo anomalias magnéticas, luzes estranhas e, claro, desaparecimentos misteriosos. A área é considerada um perigo pelas autoridades de pesca japonesas. Uma história dita que em 1952 o governo japonês enviou um navio de pesquisa, o Kaio Maru No. 5, para investigar os mistérios do Mar do Diabo. Naturalmente, Kaio Maru No. 5 e sua tripulação de 31 pessoas nunca foram vistos novamente. Outra história conta as tentativas desastrosas de Kublai Khan de invadir o Japão atravessando o Mar do Diabo, perdendo pelo menos 40.000 homens. Teorias abundam para o que realmente acontece ali, de alienígenas a portas de universos paralelos até Atlântida (por que não, né?). Alguns sugerem que a atividade vulcânica alta na região é responsável por parte dos desaparecimentos (o Kaio Maru No. 5 pode ter sido pego em uma erupção).

6. Bigelow Ranch

6
Bigelow Ranch (anteriormente conhecido como Skinwalker Ranch e Sherman Ranch) é um racho, uma propriedade de 480 hectares, no noroeste de Utah (EUA), lar de inúmeros avistamentos de OVNIs, mutilações animais e outras ocorrências estranhas. Apesar de acontecimentos misteriosos serem documentados desde a década de 50, algumas das histórias mais bizarras aconteceram com o par de fazendeiros Terry e Gwen Sherman depois que eles o compraram, em 1994. No primeiro dia em que se mudaram para a propriedade, eles viram um grande lobo no pasto. O casal chegou a acariciar o lobo, que parecia manso. O animal acabou pegando um de seus bezerros e, quando Terry atirou nele, as balas não tiveram efeito. Nem mesmo tiros de espingarda funcionaram. Os Shermans tentaram seguir o lobo, mas suas pegada desapareceram abruptamente. Desde então, os Shermans foram constantemente atormentados por eventos tais como avistamentos de OVNIs, esferas flutuantes inteligentes (com fama de ter incinerado três de seus cães) e horríveis mutilações de gado. A situação ficou tão ruim que eles venderam seu rancho para Robert Bigelow em 1996, o fundador do National Institute for Discovery Science (algo como Instituto Nacional de Descoberta Científica), que queria estudar os mistérios que cercavam o rancho. Bigelow é dono da fazenda até hoje.

5. Point Pleasant

5
Point Pleasant é envolta em contos de acontecimentos misteriosos e assustadores. O mais famoso desses eventos envolve uma criatura conhecida como Mothman (“Homem Mariposa”), que supostamente aterrorizou a pequena comunidade de West Virginia (EUA) de novembro de 1966 a dezembro de 1967. Mais de uma centena de diferentes cidadãos de Point Pleasant são testemunhas oculares dessa criatura, um homem com mais de 2 metros de altura, hipnóticos olhos vermelhos brilhantes e asas que se estendem a 3 metros de comprimento e arrastam atrás dele no chão. A criatura foi objeto de um livro e um filme (e tem sua própria estátua em Point Pleasant), e existem muitas explicações possíveis para sua existência. Alguns acreditam que ele é um extraterrestre, outros um mutante, e alguns sugerem que o mito nasceu na verdade por conta de uma coruja ou um grou, ou outra ave que assustou os moradores. Seja qual for o caso, os avistamentos pararam após a Silver Bridge, uma ponte da cidade, desmoronar em 15 de dezembro de 1967, matando 46 pessoas e levando muitos a acreditar que os dois eventos estavam de alguma forma relacionados. Além de Mothman, vários outros contos de Point Pleasant incluem avistamentos de OVNIs e relatórios dos chamados “Homens de Preto”- criaturas humanas cheias de maneirismos que supostamente aparecem à procura de informações sobre pessoas que têm informações sobre o paranormal – ui!

4. Triângulo de Michigan

4
O Triângulo de Michigan é outro triângulo geográfico localizado no meio do lago Michigan (EUA). É, também, o local de misteriosos desaparecimentos. Por exemplo, em 28 de abril de 1937, o Capitão George R. Donner estava a caminho de Erie, Pensilvânia, para Port Washington, Wisconsin, e teve que passar pelo triângulo. Ele estava exausto e retirou-se para sua cabine, pedindo para lhe acordarem quando se aproximassem do destino. Cerca de três horas mais tarde, quando foram acordá-lo, Donner não estava em sua cabine. Uma busca exaustiva pelo navio foi realizada, mas ele nunca foi encontrado. Outra história misteriosa é do voo 2501. Em 23 de junho de 1950, a Northwest Airlines estava a caminho de Nova York para Minneapolis nas mãos do experiente piloto Robert C. Lind, e levava 58 passageiros. Devido ao mau tempo, quando o voo estava perto de Chicago, mudou de rumo e virou sobre o lago Michigan. Por volta da meia-noite, Lind pediu permissão para mudar a altitude de 3.500 pés para 2.500 pés, sem especificar uma razão. Seu pedido foi negado, e essa foi a última comunicação que o voo 2501 fez. Sua última posição conhecida era supostamente dentro do Triângulo de Michigan. Enquanto fontes variam quanto à quantidade de destroços encontrada (alguns dizem nada, enquanto outros especificam variados detritos flutuantes, como almofadas de assento e afins), parece claro que o avião caiu na água. No entanto, o veículo estava em perfeitas condições e em mãos capazes no momento do desaparecimento, o que o torna um grande mistério. Além do mais, apesar de buscas terem sido feitas, nem o corpo do avião, nem restos humanos foram recuperados.

3. San Luis Valley

3
San Luis Valley, no sul do Colorado (EUA), é uma área rica em fenômenos inexplicáveis, incluindo avistamentos de OVNIs e centenas de mutilações animais. Avistamentos são tão comuns que uma mulher chamada Judy Messoline até criou uma torre de vigia em sua propriedade, que tem presenciado mais de 50 OVNIs desde 2000. Alguns deles são observados por dezenas de pessoas ao mesmo tempo. Para os céticos sobre alienígenas por aí, muito mais arrepiantes são os contos de mutilações de animais na região. Eles começaram em 1967, com um cavalo chamado Snippy, que foi encontrado uma manhã sem cérebro. Desde então, centenas, se não milhares de mutilações animais inexplicáveis têm ocorrido, compartilhando várias coisas em comum, como a falta de qualquer rastro de sangue. Os animais sofrem sempre cortes precisos, claramente não o trabalho de predadores. Finalmente, todas as mutilações acontecem durante a noite em criaturas saudáveis. As investigações sobre os incidentes não chegaram a nenhum resultado, mas continuam até hoje. Alguns agricultores dizem ter visto luzes estranhas no céu nas noites anteriores às descobertas das carcaças, levando alguns a acreditar que extraterrestres estão envolvidos. Embora seja difícil imaginar porque eles perderiam tanto tempo com animais de fazenda no Colorado, a alternativa não é muito mais atraente: que seres humanos estão fazendo isso. Eu preferia que fosse os aliens.

2. Triângulo de Bennington

2
Outro triângulo. Este fica no sudoeste de Vermont (EUA), e é o local de cinco desaparecimentos misteriosos que aconteceram entre 1945-1950, não relacionados de maneira nenhuma, a não ser pela localização geográfica.

Middie Rivers, 75 anos, estava conduzindo um grupo de caçadores em 12 de novembro de 1945. No caminho de volta, ele ficou à frente de seu grupo e nunca mais foi visto. Apenas um projétil de rifle (indicando que foi atirado uma vez) encontrado em um córrego foi recuperado como evidência.

Paula Welden era uma estudante de 18 anos de Bennington College, e saiu para fazer uma caminhada pela região em 1 de dezembro de 1946. Ela nunca mais voltou e nenhum traço seu foi encontrado.

Exatamente três anos depois, em 1 de dezembro de 1949, um veterano chamado James E. Tetford estava em um ônibus de volta para sua casa, retornando de uma visita com parentes. Testemunhas o viram no ônibus, mas quando o veículo chegou ao seu destino, ele estava desaparecido. Sua bagagem ainda estava no ônibus.

Paul Jepson, 8 anos, desapareceu em 12 de outubro de 1950, enquanto sua mãe estava ocupada alimentando porcos. Nenhuma equipe de resgate formada foi capaz de encontrar o menino.

O último desaparecimento foi de uma mulher chamada Frieda Langer. Em 28 de outubro de 1950, ela estava caminhando com seu primo na montanha Glastenbury quando caiu em um córrego. Ela decidiu voltar rapidamente e trocar de roupa, e, claro, nunca mais foi vista. Bem, não exatamente – ela é a única vítima cujo corpo foi recuperado, embora só tenha sido encontrado em 12 de maio de 1951 (cerca de 6 meses depois), em uma área que havia sido minuciosamente revistada após seu desaparecimento. O corpo estava tão mutilado que nenhuma causa de morte pode ser determinada.

Embora muitas teorias abundem, incluindo alienígenas, monstros estilo Pé Grande ou algum assassino serial desconhecido, de uma coisa podemos ter certeza: é uma boa ideia ficar bem longe de triângulos.

1. Triângulo de Bridgewater

1
Repito: fique longe de triângulos. O de Bridgewater principalmente. A área de cerca de 320 quilômetros quadrados em Massachusetts (EUA) ao sul de Boston é como um buffet “tudo o que você aguenta comer” de sobrenatural. Entre outras coisas, a área tem sido objeto de numerosos avistamentos criptozológicos. Desde a década de 1970, tem havido vários relatos de criaturas enormes e peludas que vagam pelo pântano. Houve também vários avistamentos de aves gigantes estilo Pterodáctilos. Em 1976, um homem disse ter visto um cão fantasmagórico gigante de olhos vermelhos rasgando as gargantas de dois de seus pôneis. Além disso, tem havido inúmeros relatos de animais mutilados (principalmente vacas e bezerros) na região. Alguns dizem que estas mutilações são de cultos satânicos, mas não há como chegar a essa conclusão. Como se tudo isso não bastasse, o Triângulo de Bridgewater é um viveiro de avistamentos de OVNIs que remontam a 1760, quando uma “esfera de fogo” teria sido vista pairando sobre a Nova Inglaterra. Desde então, numerosos relatos de objetos inexplicáveis no céu, incluindo helicópteros negros misteriosos, foram feitos. Um avistamento de 1976 descreve dois UFOs pousando ao longo da Rota 44, perto da cidade de Taunton, e outro de 1994 narra um estranho objeto triangular com luzes vermelhas e brancas visto por um policial. Em 1908, na noite de Halloween, dois coveiros que viajavam para Bridgewater notaram no céu o que parecia ser uma “lanterna gigante”. Eles assistiram o objeto por quase 40 minutos antes de desaparecer. Bermudas soa como destino turístico agora, não? [Listverse]

Um comentário

  1. Ja entrei en.umeras vezes no site e não consegui efetuar a compra

Comente

Your email address will not be published. Required fields are marked *