Dando asas à informação

10 maravilhas antigas como você nunca viu

Todo mundo se lembra das sete maravilhas do mundo antigo, certo? Agora, só resta uma – a Pirâmide de Gizé. Felizmente, existem algumas réplicas muito boas ao redor do mundo, além de outros objetos com base nos originais, para que possamos ter uma ideia de como a maioria delas parecia em sua época.

Ao olhar para estas imagens, torna-se claro por que elas foram consideradas as grandes maravilhas do mundo. Só existem sete maravilhas na lista original, mas encontrar outras três não é tão difícil. Por isso, esta lista contém uma de Roma, uma que estava originalmente na lista e foi removida, e uma da Etiópia (que ainda está de pé).

1 – Grande Pirâmide de Gizé

2584 a 2561 aC – Presente

Esta é a única das sete maravilhas originais ainda de pé. Mas, mesmo que você possa visitá-la hoje, não pode vê-la como era quando foi originalmente construída. Toda a pirâmide tinha em seu exterior telhas de pedra calcária branca. O local brilhava sob o forte sol egípcio. Infelizmente, em 1300, um tremor soltou a maioria dos ladrilhos, e eles foram levados para construir mesquitas.

2 – Porta de Ishtar

575 aC – Presente

Como parte das paredes da Babilônia, a Porta de Ishtar (oitavo portão para a Babilônia) estava na lista original de maravilhas. Partes das paredes permanecem, e algumas foram reconstruídas. Peças originais da Porta de Ishtar foram usadas para criar uma réplica na década de 1930 em Berlim, na Alemanha, como você pode ver na foto acima. É bastante impressionante e, caso fosse restaurada ao seu lugar original, seria sem dúvida uma nova maravilha moderna.

3 – Templo de Ártemis em Éfeso

550 aC – 262 dC

Retratado acima está um modelo reconstruído em escala do Templo de Artemis, um templo dedicado à filha de Zeus (o equivalente a Diana de Roma). O templo foi reconstruído três vezes em sua vida, mas, eventualmente, foi destruído em ataques feitos por godos, que o saquearam e colocaram fogo nos seus restos. Infelizmente, tudo o que há hoje é uma única coluna feita a partir de suas ruínas.

4 – Estátua de Zeus em Olímpia

435 aC – Século V ou VI dC

Esta estátua enorme estava situada no complexo de templos dedicado a Zeus – o deus supremo dos gregos antigos. Era tão grande que derrubaria o telhado do templo se estivesse em pé. A estátua foi feita inteiramente de marfim e banhada a ouro e bronze; dá para imaginar seu monstruoso custo. Como foi perdida ou destruída não é totalmente claro, mas é mais provável que tenha se destruído no fogo que acabou com o próprio templo si.

5 – Mausoléu de Halicarnasso

351 aC – 1494 dC

Na foto acima, vemos a Casa do Templo, em Washington (EUA). É a casa do Scottish Rite of Freemasonry (em português, Rito Escocês da Maçonaria), projetada para ser uma réplica exata do Mausoléu de Halicarnasso. O Mausoléu original foi construído para Mausolo, um governador persa. Sua beleza era tão grande que é a fonte de inspiração do termo “mausoléu”, que significa “local de enterro acima do solo”. Terremotos eventualmente levaram à sua queda e, no final, Cavaleiros Hospitalários invasores usaram suas pedras para reforçar seu castelo, que ficava nas proximidades.

6 – Colosso de Rodes

292/280 aC – 226 aC

Você deve estar se perguntando por que você vê uma foto da estátua da liberdade acima. Porque ela foi projetada e construída com a escala e design do Colosso de Rodes original (pelo menos como se acreditava que era no momento em que a estátua foi construída). Sendo assim, nos dá uma ideia de quão grande o Colosso teria sido e porque, nos tempos antigos, teria sido uma maravilha de se ver. Em 226 aC, o terremoto de Rodes (ilha grega) derrubou a estátua fincada no chão por quase 900 anos. Eventualmente, seus restos foram vendidos por um conquistador muçulmano a um comerciante judeu – e virou sucata.

7 – Farol de Alexandria

1303 dC – 1480 dC

Na foto, você vê uma réplica em tamanho real do Farol de Alexandria, que pode ser encontrada na China. O original estava na ilha de Pharos, e foi projetado para guiar os marinheiros ao porto de Alexandria. Como tantas outras maravilhas da lista, o farol foi destruído por um terremoto. No final, uma fortaleza medieval foi construída no mesmo local das ruínas.

8 – Obelisco de Axum

Século IV dC – Presente

O Obelisco de Axum está nesta lista porque era pra ser uma maravilha antiga, mas nunca chegou à lista, talvez porque a Etiópia estava muito longe para a maioria das pessoas viajarem até lá, e as Sete Maravilhas era uma espécie de livro-guia para turistas. O obelisco foi concebido como um marcador para um local de enterro. Em 1937, os fascistas que conquistaram a Etiópia o desmontaram e o levaram para Roma. Quando as relações entre as modernas Etiópia e Itália melhoraram, o monumento foi repatriado, em 2005.

9 – Coliseu

70 a 80 dC – Presente

Essa imagem mostra como o Coliseu, em Roma, teria parecido antes de ter sido danificado em 1349 por um grande terremoto. Foi uma arena em seus tempos áureos, mas também foi usado depois para ordens religiosas, habitação de famílias e até mesmo como um cemitério. As suas pedras foram saqueadas ao longo dos séculos e utilizadas em outros edifícios.

10 – Banhos Romanos

836 aC – Presente

Os famosos banhos romanos em Somerset são uma reconstrução dos banheiros destruídos anteriormente. Ao contrário do resto das maravilhas nesta lista, ainda é um edifício histórico em funcionamento. O local foi destruído no século 6, e a reabilitação de suas partes ocorreu ao longo do tempo, até o final de 1800. Os banhos foram, na verdade, originalmente construídos pelo rei britânico Bladud e só no século I que os romanos puderam participar do projeto e usufruir dele.[Listverse]

Comente

Your email address will not be published. Required fields are marked *