Dando asas à informação

10 materiais bizarros usados para construir casas

Certas coisas parecem óbvias para nós, como, por exemplo, os materiais que devem ser usados para construir edifícios e casas. Tijolo, madeira, argamassa e pedra parecem as escolhas lógicas, certo? Nem sempre. Veja 10 exemplos de materiais de construção exóticos ou incomuns que deram origem a verdadeiras obras de arte:

1 – Gelo

Em Jukkasjärvi, uma vila na Suécia dentro do Círculo Ártico, um hotel é construído inteiramente de gelo todo ano. Cada quarto é uma exposição de arte esculpida em gelo. Até as camas são blocos de gelo, embora sejam cobertas com peles de rena. Quando o verão chega e o hotel derrete, os visitantes que quiserem podem se hospedar em quartos mantidos congelados por freezers.

Um edifício de gelo ainda mais grandioso foi planejado pelo presidente excêntrico do Turcomenistão, Saparmurat Niyazov. Ele ordenou a construção de um palácio de gelo perto de sua capital, mas, como a temperatura média por lá não é tão baixa como no Círculo Polar Ártico, o projeto foi mais desafiador – e impressionante.

2 – Garrafa de cerveja

O Wat Pa Maha Chedi Kaew é um templo na Tailândia construído a partir de um milhão de garrafas de vidro de cerveja. Mosaicos decorativos foram construídos a partir de tampas das garrafas. A mistura de marrom e verde permitiu a incorporação de padrões decorativos. Como as paredes são de vidro colorido, uma bela luz difusa se espalha por todos os edifícios. Os monges que construíram o templo quiseram destacar a natureza do desperdício de consumo e a possibilidade de recuperar a beleza a partir do lixo. Já que o vidro é muito frágil para compor uma estrutura completa, o templo tem um núcleo de concreto para suportar seu peso.

3 – Aviões convertidos

Há muitas casas feitas de estruturas recuperadas, como torres de água, vagões de trens, etc. A mais impressionante de todas, talvez pela escala, são as casas construídas dentro de aviões convertidos. Como aviões são construídos para aguentarem condições extremas, fazem edifícios surpreendentemente bons. Seu exterior é forte e resistente (inclusive a clima adverso) e seu interior é espaçoso (depois de retirados os assentos e compartimentos de armazenamento, é claro). Outro fator a seu favor é o baixo custo de comprar um avião de passageiros aposentado.

Como um avião aposentado não tem valor exceto como sucata de metal, eles podem ser vendidos a preços bastante razoáveis. Por causa de tantas vantagens, já existem várias empresas especializadas em converter aviões em casas. Talvez elas não sejam tão incomuns no futuro quanto parecem agora.

4 – Pneus

Milhões de pneus são jogados fora todos os anos. Eles são, em muitos aspectos, um material de construção perfeito. São tão resistentes quanto abundantes, e podem ser utilizados como um sistema de empilhamento para formar paredes. É claro que precisam de algo embalado dentro deles para a estabilidade, mas há casas que foram feitas a partir de pneus cheios de argila, empilhados como tijolos.

Borracha, sendo altamente isolante, permite que fique barato aquecer ou refrescar um edifício construído desse material. Para aqueles preocupados com incêndios, é possível evitar esse risco revestindo a borracha com argamassa ou concreto.

5 – Madeira petrificada

A madeira é um dos materiais mais antigos de construção conhecidos. Forte, flexível, renovável e barato, foi o material preferido de nossos antepassados. Para quem quer ser tradicional, mas não perder em resistência, há uma possibilidade: madeira petrificada, de árvores que morreram há milhares de anos e foram fossilizadas.

A cidade de Glen Rose, no Texas (EUA), passou por um frenesi de construção de edifícios a partir de madeira petrificada em 1920, quando um grande número de árvores petrificadas foram descobertas.

6 – Garrafas plásticas

Reciclagem de materiais torna-se cada vez mais popular conforme os recursos se tornam escassos. Edifícios feitos a partir de garrafas de plástico, por exemplo, estão sendo cada vez mais adotados por conta de seu custo extremamente baixo e sua capacidade de atuar como material de isolamento.

O ar é um bom isolante, assim garrafas seladas de ar tendem a manter o calor dentro ou fora da casa, como desejado. Como o plástico resiste à biodegradação, edifícios construídos com esse material são duradouros.

Muitas casas de baixo custo em países mais pobres são feitas de metal corrugado, mas sua única fonte de luz é deixar uma porta aberta. Para trazer luz para estas casas, um esquema chamado “litro de luz” é usado. Um buraco é feito no telhado, no qual uma garrafa de plástico é inserida para permitir que a luz solar irradie e ilumine o interior da casa, especialmente as de pessoas que não podem pagar por eletricidade.

7 – Jornal

Em 1922, Elis Stenman começou a construir uma casa de jornal. A casa inteira, salvo sua base de madeira, é feita de jornais laminados e envernizados. Papel oferece excelente isolamento, e o verniz evita que a propriedade entre em colapso como uma pilha de mingau. Assim como as paredes, o mobiliário da casa é feito de papéis doados. O propósito de Elis ao criar tal construção foi destacar o desperdício de nossa sociedade com relação ao que nós descartamos.

8 – Ossos de mamute

Seria incrivelmente caro replicar uma construção feita a partir de ossos de mamute, já que a fonte do material está extinta. Nossos antepassados, porém, tinham uma oferta abundante de ossos de mamute no final do Pleistoceno. Os ossos eram usados para criar paredes revestidas com lama e, provavelmente, couro vindo dos mesmos animais. Tudo o que nos resta hoje destas construções são os ossos que as formavam, mas é provável que se assemelhassem a tendas, com uma forma cônica e um buraco no telhado para deixar escapar a fumaça do fogo usado para aquecê-las.

9 – Sal

Sal já foi tão raro na Europa que era usado para pagar os salários dos soldados (daí que veio a palavra “salário”). Na Bolívia, existem enormes salinas que podem ser usadas para construir casas. Uma casa de sal na Europa seria um desastre, já que ele é solúvel e a primeira chuva lavaria suas paredes até sua não existência. Mas, nos desertos elevados e secos com salinas, não existe tal perigo.

No sudoeste da Bolívia existe um hotel feito de sal, muito parecido com o hotel de gelo mencionado anteriormente, já que é inteiramente construído a partir de blocos de sal, mesmo seu interior e mobiliário.

10 – Espiga de milho

Este edifício é apenas um protótipo. Sua construção é, basicamente, uma estrutura de madeira cheia de espigas de milho secas. O objetivo dos seus idealizadores é produzir uma casa barata e amiga do meio ambiente, mas os arquitetos ainda têm que encontrar uma maneira de manter a chuva e o vento para fora da casa. O principal benefício deste edifício é que ele é feito a partir de fontes totalmente renováveis. [Listverse]

Comente

Your email address will not be published. Required fields are marked *