Dando asas à informação

10 restaurantes incríveis e exóticos ao redor do mundo

Já pensou jantar em uma cachoeira, ou em uma mina, ou até mesmo ser servido por macacos? Em restaurantes excêntricos e mágicos em diferentes cantos do mundo, é possível! Confira:

1 – Restaurante cachoeira – Filipinas

Localizado na província de Quezon das Filipinas, Villa Escudero é um resort de estilo rústico com quartos confortáveis e um ambiente exótico. No entanto, o que trouxe sua fama internacional é o restaurante cachoeira que permite ao turista desfrutar de uma boa refeição ao pé de uma pequena cachoeira.
As pessoas são encorajadas a tirar os sapatos e ficar tão perto da queda quanto possível. Situado ao pé da Labasin Falls, este lugar especial convida os clientes a saborear pratos populares filipinos enquanto água fresca da cachoeira flui sobre seus pés, fazendo desta uma experiência inesquecível.

2 – Restaurante flutuante – Suécia

O Salt & Sill é uma hospedagem minimalista de 23 quartos, que também serve como um restaurante de frutos do mar especializado em arenque e produtos frescos locais. Todos os 23 quartos têm suas próprias áreas de estar ao ar livre, mas a suíte exclusiva do hotel tem um benefício extra: uma jacuzzi no piso superior privado.

3 – Restaurante debaixo de mina – Finlândia

A ideia original conquistou o chef Timo Linnamaki a cozinhar no fundo de uma mina na cidade de Lohja, na Finlândia. “É muito bom trabalhar aqui, porque você está totalmente cortado do mundo, nada te distrai da cozinha”, disse. O objetivo de trabalhar abaixo do solo era ficar perto da Terra, mas o cozinheiro talentoso admite este é de longe o lugar mais estranho que ele já preparou seus pratos. A mina de 115 anos onde fica o restaurante vai até uma profundidade de 379 metros, onde calcário ainda é extraído para a indústria química. Isso não parece assustar os clientes, já que o restaurante com capacidade de 64 lugares já estava totalmente reservado quando abriu.

4 – Restaurante aviário – Inglaterra

Comida de avião servida em pequenas bandejas de plástico com certeza divide opiniões – mas um restaurante está redefinindo o que se espera dos pratos a bordo de um avião. Este restaurante incomum, o primeiro de seu tipo no Reino Unido, fica dentro de um avião Douglas DC6 e é comandado pelo chef Tony Caunce, 35 anos, no aeroporto de Coventry.

Os visitantes podem desfrutar de cervejas e vinhos, além de um menu temático de aviação, como bifes bombardeiros ou filés marinados meteoros. Também podem conhecer a cabine original para ver como o avião era quando ainda estava voando. Os garçons podem ser chamados utilizando os botões de chamada originais do avião, assim como é possível chamar um atendente de voo em um avião hoje em dia.

5 – Restaurante em cofre – EUA

Localizado no antigo edifício do Banco Nacional de Denver (EUA), a churrascaria Old World oferece jantares privados em cabines de madeira de cerejeira, uma vez usadas por clientes para ver seus cofres no banco de 100 anos de idade. Também dá para visitar a adega, localizada a 10 metros abaixo do solo no cofre de dinheiro original do banco.

6 – Restaurante caverna – África

O que você acha de jantar em uma caverna, com estalactites acima de sua cabeça e cercado por paredes embutidas em fósseis? Então você vai gostar do Ali Barbour’s Cave Restaurant, em Diani Beach, ao sul de Mombasa.

As grutas foram formadas em calcário coral mais de meio milhão de anos atrás, e foram gradualmente modificadas pela ação das marés (além da ajuda de George Barbour, o proprietário do terreno onde as cavernas ficam). A entrada para o complexo é uma área de bar, coberta com um telhado de galhos de árvores, suportado por uma árvore de goma. A partir deste ponto, duas cavernas menores para jantar são reveladas. Estas, por sua vez, se abrem para um céu estrelado africano.

7 – O menor restaurante do mundo – Itália

“SOLO PER DUE”, ou “somente para dois”, em português, é o menor restaurante do mundo: tem apenas uma mesa e somente dois hóspedes por noite são tratados com um banquete italiano, durante o qual são tratados com muito esmero. Os garçons podem ser convocados com um sino. Eles aceitam pedidos especiais, como um show de fogos de artifício ou serviço privado de motorista. No final, os convidados podem até passar a noite por lá. O preço de uma refeição, nem precisamos dizer, não é nada barato: a partir de € 250 (cerca de R$ 666) por pessoa.

8 – Restaurante de papelão – Taiwan

A menos que você realmente vá para Taichung, tenho certeza que você não verá nada como o Carton King Restaurant. Exceto pela comida, garçons e alguns talheres, tudo dentro deste lugar é feito de papelão e papel. Parece quase impossível, mas você realmente senta-se em cadeiras de papelão, bebe em copos de papelão, come sua comida em tigelas de papelão em uma mesa de papelão. O preço é um pouco caro, mas isso é de se esperar, considerando todo o arranjo do restaurante. O que é mais legal sobre este lugar é seu potencial de reciclagem, no entanto. Se algo quebra ou se danifica, é simplesmente reciclado. Essa é a ideia do parque onde o restaurante fica: mostrar o poder real do papel e do papelão, e convencer as pessoas de que eles podem ser usados para muito mais do que embalagens genéricas.

9 – Restaurante portátil – Canadá

Escondido em um canto do porto de Montreal está o Müvbox, um restaurante portátil alimentado por painéis solares que se desdobram de uma forma elegante retangular em um café bonito e moderno, com mesas ao ar livre. O proprietário Daniel Noiseux montou uma cozinha com capacidade para 28 convidados em um contêiner padrão de 8,53 metros com piso feito de pneus reciclados. O restaurante serve alimentos frescos, locais e gourmet, incluindo especialidades regionais como lagosta Madeleine e pato Brome Lake.

10 – Restaurante servido por macacos – Japão

O Kayabukiya Tavern é um restaurante estilo tradicional japonês (izakaya), localizado na cidade de Utsunomiya, ao norte de Tóquio, no Japão. O local atraiu atenção internacional em 2008, quando meios de comunicação ocidentais relataram o que acontecia na taverna.

O dono da taverna, Kaoru Otsuka, possui dois macacos de estimação que atualmente trabalham no local. O primeiro macaco, Yat-chan, 12 anos de idade, atende clientes vestido com uma camisa e shorts, anotando seus pedidos de bebidas e entregando-as. Otsuka conta que inicialmente não ensinou nada os macacos; Yat-chan aprendeu ao vê-lo trabalhar.

“Tudo começou um dia, quando eu dei-lhe uma toalha quente por curiosidade, e ele a levou para o cliente”, fala. Um macaco mais jovem, chamado Fuku-chan, 4 anos, tem o dever principal de trazer aos clientes toalhas quentes para limpar as mãos antes de pedir as bebidas. Fuku-chan tem apenas dois anos de experiência, enquanto Yat-chan trabalha no restaurante há mais tempo. Ambos os macacos recebem grãos de soja cozidos dos clientes, como gorjeta pelo seu serviço.[Oddee]

Comente

Your email address will not be published. Required fields are marked *