Dando asas à informação

10 tatuagens legais de atletas olímpicos

Durante o período das competições olímpicas, o mundo todo tem um olho em Londres e seus atletas. No meio das histórias de superação, garra, superstição, muitos detalhes acabam roubando nossa atenção. Um deles são as tatuagens que os competidores têm: muitas vezes ligadas às próprias Olimpíadas ou medalhas que já ganharam. Confira algumas marcas divertidas, polêmicas ou significativas de atletas olímpicos:

1 – Borboletas que nadam

A nadadora sincronizada olímpica russa Anastasia Davydova tem um rastro de borboletas esvoaçantes que vai de seu ombro até seu quadril. Ao invés de desenhos mais artísticos, a atleta escolheu tatuar borboletas altamente realistas. Ficou bonito.

2 – Anéis olímpicos + Canadá

Essa nadadora canadense resolveu fazer uma tatuagem que une Olimpíadas a um símbolo de seu país, em um local do corpo geralmente reservado para representações sexy.

3 – Egocentrismo?

Enquanto a música do rapper Tupac, “All Eyez on Me” (“Todos os olhos em mim”) se refere à pressão do escrutínio, a tatuagem do jogador de basquete americano Jameer Nelson parece mais um pedido de atenção. “Todos os olhos em mim”? Soou meio arrogante, não? Ele não joga as Olimpíadas esse ano, mas acho que muitos vão concordar que ele de longe seria o atleta olímpico mais visto, aliás, nem seria o jogador de basquete com mais atenção. Talvez essa seja a pior tatuagem de Jogos Olímpicos do mundo.

4 – Propaganda viva

O corredor americano Nick Symmonds usou os meios de comunicação social a seu favor, fazendo, em janeiro de 2012, um leilão no eBay para vender os direitos de seu ombro esquerdo. Isso mesmo: Symmonds prometeu aplicar uma tatuagem temporária do licitante vencedor no seu ombro em todas as competições da temporada de atletismo de 2012, incluindo os Jogos Olímpicos de Londres. A empresa de marketing Hanson Dodge desembolsou 11.100 dólares (cerca de 22.200 reais), e Symmonds cumpriu a promessa, embora tenha sido forçado a cobrir a tatuagem com um pedaço de fita em muitos eventos – e terá que fazer o mesmo em Londres. Symmonds diz que, em parte, começou a promoção para levantar dinheiro e consciência sobre si mesmo como atleta, mas acima de tudo para chamar a atenção para as restrições de patrocínio colocadas sobre atletas de pista por muitos dos organismos que regem o esporte. Com toda a atenção e propaganda que governam, por exemplo, o futebol, é estranho que outros atletas não tenham direito ao mesmo apoio financeiro, necessário para treinos, alimentação adequada e equipamentos esportivos nos quatro anos entre as Olimpíadas, período em que muitos competidores são esquecidos.

5 – Anéis no pé

A mergulhadora Kelci Bryant, dos EUA, que compete em saltos ornamentais, tem uma fofa tatuagem dos anéis olímpicos no pé.

6 – Crocodilo

Nunca ouvi falar de um crocodilo ser veloz, e, se fôssemos examinar, talvez um peixe, por exemplo um tubarão, representaria melhor esse atleta sobrenatural: o nadador americano Ryan Lochte, que participou de várias provas e já ganhou medalhas esse ano, inclusive subindo no pódio em duas provas seguidas com apenas meia hora de intervalo entre elas. Não é normal, né? Só para deixar claro, ele tem outra tatoo, mais clichê, com o famoso símbolo olímpico (deveriam fazer um levantamento, pois acho que pelo menos metade do povo que compete nas Olimpíadas tem uma tatuagem dessas).

7 – Ondas olímpicas

Outra nadadora canadense tem tatuagem, como outras mergulhadoras, no pé: são ondas, que representam bem o que ela ama. Para estilizar ao máximo sua participação olímpica, ela aproveitou para colocar um adesivo com o símbolo do Canadá na unha. Bastante nacionalistas esses canadenses, não?

8 – Motor humano

O ciclista da Grã-Bretanha Jamie Staff tem um desenho biomecânico de um pistão de carro gravado do lado de fora de sua perna. A analogia ficou bem criativa, não?

9 – Fé e garra

Os anéis olímpicos, uma pomba e uma passagem bíblica do segundo livro de Samuel estão tatuados na coxa direita da campeã olímpica de corrida com obstáculos de 100 metros, Joanna Hayes. Meio comprida, mas bastante simbólica.

10 – Nadando em quadra

A jogadora de basquete brasileira Erika tem o que parece ser uma tatuagem de golfinho nas costas. Faria mais sentido se ela fosse nadadora ou mergulhadora, mas nós, reles não atletas, também temos todo o tipo de tatuagem que nem sempre tem a ver com o que fazemos, não é? Já o Alison, jogador brasileiro de vôlei de praia, tem um elefante no tronco.

Veja mais tatuagens de outros atletas aqui.[Oddee, MSN, GG]

Comente

Your email address will not be published. Required fields are marked *