Dando asas à informação

10 tradições bizarras de casamento

O casamento em si já é uma tradição, mas algumas culturas tornam essa cerimônia ainda mais esquisita ao acrescentar rituais como ficar sem ir ao banheiro, quebrar pratos, bater nos pés com peixes, sequestrar a noiva, etc. Confira:

1. O ritual irritante de fazer barulho na casa dos recém-casados

1

Charivari é, provavelmente, a mais chata tradição relacionada ao casamento que você já ouviu falar. É um costume popular francês, em que a comunidade faz uma serenata barulhenta desarmônica na casa dos recém-casados ao mesmo tempo, batendo em panelas e frigideiras. Tem sido documentada desde a Idade Média, mas provavelmente era tradicional antes disso. Foi registrada pela primeira vez como uma atividade de casamento regular para celebrar as núpcias na França.

2. As noivas que usam anéis em seus dedos dos pés em vez de mãos

2

Considerando que a maioria das joias trocadas em casamentos envolve a colocação de anéis nos dedos, as noivas hindus possuem um ritual bem diferente. Bichiya é a tradição de usar seus anéis de casamento em seus pés. O anel é geralmente de prata e colocado no pé esquerdo da mulher, especificamente no dedo ao lado do dedão. O noivo coloca o anel no pé da noiva durante a cerimônia, pois esses anéis só são usados por mulheres casadas.

3. A tradição de não permitir que os recém-casados usem o banheiro por 3 dias

3

Esta tradição pode ser dolorosa. Os membros da comunidade Tidong, em Sandakan, Malásia, não permitem que os recém-casados usem o banheiro por 3 dias e 3 noites. Se eles fizerem isso, terão má sorte, aparentemente. Essa má sorte pode vir na forma de uma união desfeita, morte de crianças ou até mesmo infertilidade. O casal fica sem comer e recebe pouca água para aguentar tal tradição.

4. O ritual onde os convidados pagam para dançar com a noiva

4

Esta tradição polonesa envolve todos os convidados do casamento, a noiva, dança, dinheiro e um avental. Na recepção do casamento, a noiva dança com seu pai, enquanto um parente estende um avental. Os hóspedes que colocam dinheiro no avental ganham a oportunidade de dançar com a noiva. Depois de um tempo, o noivo joga sua carteira no avental, superando todas as outras contribuições. Ele, então, leva sua nova esposa em lua de mel.

5. O ritual de quebrar pratos

5

A origem desta tradição é desconhecida, mas pensa-se que os sons cacofônicos causados pelo esmagamento da louça representam os distúrbios futuros inevitáveis que o casal terá de enfrentar durante toda a sua vida de casados. Ao quebrar os pratos de antemão, a comunidade prepara o casal para os obstáculos à frente, simultaneamente desejando-lhes sorte.

6. A prática do sequestro de noivas

6

Sequestro de noiva, também conhecido como casamento por rapto ou casamento pela captura, é uma prática que ocorreu ao longo da história e ao redor do mundo em que um homem sequestrava a mulher com que desejava se casar. Diz-se que o sequestro de noiva ainda ocorre em algumas culturas, como a cigana. Claro que, sendo o rapto uma tradição, pode ser um acordo, e portanto não forçado. Ainda assim, a ideia é de que, se você conseguir sequestrar uma mulher e mantê-la ao seu lado por 2 a 3 dias, ela torna-se oficialmente sua esposa.

7. O ritual de se casar com animais para exorcizar fantasmas

7

Em algumas partes da Índia, acredita-se que se uma menina tem dente enraizado em sua gengiva superior, é o sinal evidente de que ela vai ser comida por um tigre ou algo parecido no futuro próximo, porque os fantasmas a odeiam. Sendo assim, ela deve se casar com um animal. A boa notícia é que a cerimônia é falsa, e o “casal” não tem de consumar o casamento. É apenas uma artimanha para afastar os maus espíritos, a fim de que a menina possa se casar com um homem de verdade algum tempo depois.

8. O ritual de “sujar” a noiva

8

É parte de um ritual, ou “trote”, que realmente acontece antes do casamento: a noiva é pega de surpresa pelos seus amigos, e coberta da cabeça aos pés com substâncias desagradáveis, como ovos, molhos diversos, penas, etc. Essa tradição de cobrir os noivos com fuligem e farinha é realizada para afastar os maus espíritos. Ainda acontece em algumas partes da Escócia.

9. O ritual no qual os noivos saltam sobre uma vassoura

9

Saltar a vassoura é uma tradição de casamento na qual a noiva e o noivo pulam sobre uma vassoura durante a cerimônia. O ato simboliza um novo começo e um varrer do passado. Também pode significar a união de duas famílias, ou oferecer um aceno respeitoso aos antepassados do casal.

10. O ritual de bater nos pés do noivo

10

A maioria dos homens espera ansiosa a conclusão de seus casamentos, mas, na Coréia do Sul, o noivo tem de suportar uma surra antes de poder ir para o quarto com sua nova esposa. Após a cerimônia de casamento, os amigos do noivo tiram suas meias, amarram uma corda ao redor de seus tornozelos, e começam a bater nas solas dos seus pés com corvina amarelo, uma espécie de peixe (!). O ritual é feito para tornar o noivo mais forte antes da noite de núpcias.[Oddee]

Comente

Your email address will not be published. Required fields are marked *