Dando asas à informação

20 fotografias subaquáticas incríveis

Oceanos e mares são os lares de criaturas e paisagens espetaculares. Infelizmente, muitos de nós nunca verão essas belezas em primeira mão, já que visitar o fundo do mar não é fácil, barato ou sequer muito seguro. É aí que entra a fotografia subaquática.

Conforme as técnicas de fotografia melhoram e novas regiões do oceano são exploradas, mais e mais fotos incríveis aparecem. Confira algumas delas:

1 – Camarão mantis com seus ovos

O camarão mantis – também chamado no Brasil de tamarutaca – é um crustáceo predador. Ele pertence à ordem Stomatopoda e vive a pouca profundidade em águas tropicais e temperadas. Com garras específicas para capturar e dominar as suas presas, eles são capazes de despedaçá-las e vencer criaturas maiores que eles. Agressivos, a força e a rapidez de um espécime adulto com suas garras são equivalentes a um disparo de uma arma de calibre 22. O ataque de um mantis é considerado um dos movimentos mais rápidos no reino animal, com velocidades na ordem dos 10 metros por segundo, sendo que até peixes mais rápidos são facilmente agarrados, perfurados e imobilizados pelas suas garras. Fique longe dele – principalmente quando o animal estiver perto de ovinhos como esse.

2 – Peixe-sapo-de-Commerson

Esse é outro bicho agressivo, capaz de comer presas duas vezes maior que ele. É encontrado nos oceanos Pacífico e Índico e no Mar Vermelho.

3 – Cavalo-marinho pigmeu

O cavalo-marinho pigmeu é encontrado no oeste do Pacífico central. Ele é muito pequeno, não maior que cerca de 2,4 cm. Existem duas variações de cores conhecidas: cinza com tubérculos vermelho e amarelo com tubérculos cor de laranja. Essas cores servem como camuflagem para o pequeno animal. Ele vive em áreas costeiras no sul do Japão desde a Indonésia e norte da Austrália e da Nova Calcedônia em recifes e encostas, a uma profundidade de 10 a 40 metros. Na parte inferior do seu abdômen, os machos têm uma bolsa incubadora em que a fêmea deposita seus ovos. Eles são fertilizados pelo macho, e incubados até o nascimento.

4 – Caranguejo

Caranguejos são crustáceos da infraordem Brachyura, caracterizados por terem o corpo totalmente protegido por uma carapaça e cinco pares de patas terminadas em unhas pontudas, o primeiro dos quais normalmente atua como fortes pinças. Apesar dessas características marcantes, nem todos os caranguejos são iguais: alguns são coloridos e fofinhos, como esse da foto acima.

5 – Peixe-palhaço

Todos nós adoramos esse pequeno peixe marinho, graças a “Procurando Nemo”. O que você talvez não saiba é que existe uma grande variedade de espécies de peixe-palhaço. Esses animais são reconhecidos facilmente pela sua cor brilhante (que vai desde do amarelo ao vermelho, passando pelo laranja) e as suas bandas brancas contornadas por preto. Eles vivem nos recifes de coral do Pacífico, medindo em média 6 a 15 cm de comprimento.

6 – Cavalho-marinho

Já mostramos um exemplar “mirim”, mas esse cavalo-marinho mais comum é igualmente incrível. Os cavalos-marinhos são um gênero de peixe pertencente à família Syngnathidae, e vivem em águas temperadas e tropicais. Seu nome vem de sua cabeça alongada com filamentos, que lembram a crina de um cavalo. Eles nadam com o corpo na vertical, movimentando rapidamente as suas barbatanas. Seu tamanho é de aproximadamente 15 cm, com peso entre 50 e 100 gramas.

7 – Camarão

A espécie Periclimenes amethysteus de camarão é encontrada no Mar Adriático, Mar Egeu e Mar Mediterrâneo ocidental. Foi nomeado por Antoine Risso em 1827. O gênero Periclimenes contém um grande número de espécies de camarões que vivem em simbiose com animais maiores, mais comumente anêmonas do mar, além de alguns corais, estrelas do mar e pepinos do mar.

8 – Peixe exótico

Ao mergulhar, os fotógrafos encontram as criaturas mais diferentes e belas que não podiam nem imaginar que existiam. Esse peixe é um desses casos: ele tem até o que parecem chifres azuis sob sua pele azul-roxa com bolinhas amarelas.

9 – Cauda de veludo do peixe

Essa foto é um close da cauda do peixe fotografado acima. Parece tão macia que dá vontade de apertar.

10 – Lesma do mar

Essa é uma espécie de lesma do mar. As lesmas do mar são nudibrânquios, ou seja, pequenos moluscos parecidos com lesmas terrestres, mas geralmente muito coloridos, especialmente as que vivem em corais e outras zonas de águas cálidas. Porém, há lesmas do mar em todos os ambientes marinhos.

11 – Lesma do mar

Outra lesma do mar.

12 – Rosa do mar

Essa bela imagem mostra o que lembra uma rosa no mar.

13 – Lesma do mar

Mais uma lesma do mar. Comuns em vários ambientes marinhos, elas são queridinhas dos fotógrafos.

14 – Sifonóforos

Os sifonóforos constituem uma ordem de hidrozoários, classe de invertebrados marinhos do filo Cnidaria. Apesar de terem aparência semelhante a medusas, são na verdade colônias de vários membros – os zooides – que podem ser polipoides ou medusoides. Todos os indivíduos da colônia são morfológica e funcionalmente especializados. Por conta disso, eles são bastante estudados pelos cientistas que tentam entender como organismos mais complexos, capazes de viver por si só, surgiram.

15 – Peixe-espinho

O peixe-espinho é um pequeno peixe marinho ou de água doce que tem espinhos no dorso. Encontrado em boa parte do planeta, alguns são canibais, enquanto outros são conhecidos como praticantes de fertilização “clandestina” – ou seja, há casos em que outro peixe seria o pai de algumas das ovas.

16 – Coral

Foto linda que mostra peixes em um ambiente iluminado de corais.

17 – Água-viva

As medusas, mães d’água ou águas-vivas são uma forma de vida livre dos cnidários adultos, que se encontram nas classes Scyphozoa, Hydrozoa e Cubozoa. Quase todas vivem nos oceanos, como componentes do zooplâncton. Algumas são inimigas dos banhistas, por sua capacidade de nos queimar, enquanto outras, como a água-viva-juba-de-leão, podem chegar a 40 metros e queimar várias pessoas ao mesmo tempo (se chegarem à costa, o que é raro).

18 – Camarão arlequim

O camarão arlequim é originário de Sulawesi, na Indonésia, e possui uma coloração única e marcante. Pequeno, ele é extremamente tímido até que se acostume com seu novo ambiente. Se colocado em aquários, só vai começar a demonstrar sua verdadeira coloração quando estiver aclimatado ao local.

19 – Olho de um polvo

Essa linda imagem mostra o olho marcante de um polvo, animal que existe em quase todos os mares e oceanos nas zonas tropicais, subtropicais e temperadas do mundo. É um molusco da classe dos cefalópodes, que representa o máximo da evolução destes invertebrados. Normalmente, o polvo rasteja sobre o fundo do mar, utilizando as ventosas dos seus oito tentáculos, e escondendo-se entre pedras. Quando se sente ameaçado, pode nadar velozmente por propulsão.

20 – Água-viva luminescente

Algumas águas-vivas, como essa da foto, possuem propriedades luminescentes, ou seja, brilham.[Listverse, AVG,PlanetaInvertebrados, CienciaasCores,MundoMarinho,DomEscobar,BioAquaria]

Comente

Your email address will not be published. Required fields are marked *