Dando asas à informação

33 Segredos que o piloto do avião não te conta

piloto

Uma investigação do Reader’s Digest fez perguntas para diversos pilotos sobre as incompreensíveis regras de segurança, atrasos inexplicáveis, atitudes incomuns da tripulação e o que realmente se passa por detrás das portas do cockpit:

33. Um avião queima combustível para carregar combustível. Por isso um capitão de uma grande companhia aérea dos EUA reclamou que sofre constante pressão para levar menos combustível do que se sente confortável em ter nos tanques. Ele reclamou que voa com o combustível exato e as vezes encontra um atraso ou uma tempestade e é obrigado a pousar em um aeroporto alternativo.

32. Segundo um co-piloto a companhia aérea as vezes não dá intervalo para refeições e a tripulação é obrigada a atrasar voos para poder comer.

31. Um capitão da American Airlines afirmou que comunica aos passageiros apenas o que eles precisam saber, portanto vocês nunca vão ouvir “Senhoras e senhores, acabamos de perder uma turbina” para não fazer todos se borrarem de medo.

30. Um capitão da US Airwais afirmou que algumas regras realmente não fazem sentido para ele. Quando você está a 39 mil pés de altura a uma velocidade 600 km/h os comissários de bordo podem servir café quente e refrigerante, andando para lá e para cá. Mas quando você está sobre o asfalto a 10 km/h tem que ficar com o cinto afivelado, como se estivesse na Fórmula 1.

29. “Eu posso estar uniformizado mas isto não significa que eu sou a melhor pessoa para dar informações em um aeroporto. Nós passamos por tantos aeroportos que normalmente não fazemos a menor idéia.” Afirmou um piloto.

28. Na maioria das vezes a qualidade da aterrissagem é um indicador da habilidade do piloto. Portanto se quiser dizer algo agradável para ele, ao sair da aeronave fale “Excelente aterrissagem”.

27. As companhias aéreas ajustaram o horário das suas aterrissagens para terem um histórico melhor de pontualidade. Portanto quando você pega um voo que pensa que durará 2 horas de acordo com o bilhete ele possívelmente levará 1h45min.

26. Um advogado de uma linha aérea e piloto aposentado afirmou que é comum o piloto ligar a luz alertando aos passageiros para afivelarem os cintos. Mas se ele mandar os comissários se sentarem fique atento. Isto significa que vem turbulência pesada pela frente.

25. Segundo um piloto este negócio de aterrissagem na água não existe. Chama-se colidir no mar.

24. Quando um avião voa e atinge uma grande corrente ascendente, invisível ao radar durante a noite, é como atingir uma lombada em alta velocidade: joga tudo para o ar e depois ao chão com violência. Isto não é o mesmo que turbulência, segundo o analista de segurança aérea e capitão aposentado John Nance.

23. Viajar com o bebê no colo é extremamente perigoso. Qualquer impacto ou desaceleração possivelmente fará com que você perca a criança das mãos e ela se torna um projétil. Mas se você é obrigado a comprar um assento caro para seu filho é porque dirige um carro, já que a chance de acidente é maior dirigindo que que voando.

22. É absurdo tanta gente ter medo de turbulência. Os pilotos a evitam não por medo da asa cair, mas porque ela é irritante. É impossível turbulência causar uma queda.

21. Um piloto de uma companhia regional disse que as aeronaves que pilotava foram atingidas duas vezes por relâmpagos e afirma que a maioria dos pilotos já passaram por isso. Mas os aviões são construídos para aguentarem. “Você ouve um grande bum e vê um grande flash e acabou. Você não vai cair do céu.

20. Segundo um capitão de uma grande companhia ninguém sequer considera andar de carro a 100 km/h sem o cinto afivelado. Mas quando o avião corta o ar a 800 km/h ele apaga a luz de afivelamento do cinto e você o retira. Se o avião atinge um pequeno bolsão de ar a sua cabeça bate no teto.

19. Quando for reclinar seu assento “pelo amor de Deus” verifique atrás de você primeiro. Muitos notebooks quebram todo ano por que um passageiro decidiu tirar uma soneca e desce o encosto com força total sem preocupação com o que há por detrás de si.

18. Não existe assento mais seguro para escolher dentro de uma aeronave. Mas a área mais suave durante o voo é comumente a asa ou próximo dela. A área mais instável é a traseira, pois o avião é como uma gangorra. Se você estiver no meio não se move tanto.

17. Um dos pilotos aconselha que, caso não goste muito de voar, compre uma passagem aérea para os voos matinais. Segundo ele o aquecimento da superfície durante o dia torna o ar mais agitado e é muito mais provável pegar uma tempestade durante a tarde.

16. “Não fazemos você guardar seu laptop por estarmos preocupados com interferência eletrônica. É para evitar você ter um projétil no seu colo.” Ninguém quer ser acertado por um MacBook zunindo a 300 km/h.

15. “As pessoas não entendem porque não podem usar seus celulares. Bem, o que acontece é que 12 pessoas decidem ligar para alguém logo antes da aterrissagem e eu posso ter uma leitura falsa nos meus instrumentos que dizem que estamos mais altos do que realmente estamos.”

14. “Não queremos acabar com a sua diversão fazendo você tirar os fones de ouvido. Apenas queremos que você possa nos ouvir em caso de emergência.”

13. “Nós pedimos para você abrir a janela para que os comissários possam ver lá fora em caso de emergência e escolher qual é o melhor lado para uma evacuação. Também permite que a luz entre na cabine caso fiquemos no escuro, ajudando os passageiros a se orientarem caso o avião role ou gire.”

12. “Está com frio no avião? Avise o comissário de bordo. Estamos em uma batalha constante com eles com a temperatura. Eles se mexem o tempo todo pelos corredores, portanto sempre estão ligando dizendo ‘aumente o ar’. Mas a maioria dos passageiros que conheço está congelando.” Afirmou um capitão.

11. “Sempre falo para os meus filhos voarem com calçados resistentes. Se você tem que evacuar a aeronave e seus chinelos caem você ficará descanço no asfalto quente ou no mato.”

10. “A maioria das pessoas que adoece logo após voar geralmente não fica assim por causa do ar que respira, mas por causa do que tocam. Sempre assuma que o botão para reclinar o banco ou a bandeja não foram limpas.”

9. Um piloto afirmou que caso você se preocupe em respirar o ar mais fresco, sente-se na frente, já que o fluxo de ar nas aeronaves é da frente para o fundo. No fundo geralmente é mais quente também, segundo ele.

8. “Se os pilotos dormem lá [no cockpit]? Certamente. Algumas vezes é só um cochilo de dez minutos, mas acontece.”

7. “Há pessoas que tendem a pensar que o avião voa sozinho. Confie em mim, não é verdade. Ele pode voar sozinho em alguns momentos. Mas você está sempre com as mãos no controle esperando para ele estragar tudo. E ele estraga.”

6. “Uma vez eu voei no assento sobressalente de um cargueiro 747, que não leva passageiros. Assim que as portas fecharam o co-piloto foi para os fundos e colocou um roupão e chinelos. Sem brincadeira. Ele disse ‘Eu não vou usar uma gravata para um monte de caixas'”.

5. “Aliás, não usamos nossos chapéus no cockpit. Na TV você sempre vê estes pilotos com seus caps na cabeça e eles usam os headsets sobre o chapéu e isso sempre nos faz rir.”

4. “Aqui vai a verdade sobre os empregos em companhias aéreas: Você não ganha tanta folga quanto seus vizinhos pensam, você não ganha tanto dinheiro quanto seus parentes pensam e você não tem tantas namoradas quanto sua esposa pensa. Mas eu ainda não acredito que eles me pagam para fazer isso.” Disse um piloto comercial.

COISAS QUE OS PILOTOS NUNCA VÃO TE FALAR

3. “Estamos indo em direção a uma tempestade com relâmpagos.” O que eles dirão em vez disso: “Parece que teremos um tempo revolto [ou ‘chuva’] a frente.”

2. “Um de nossos motores falhou”. O que eles falam ao invés disso: “Um de nossos motores está indicando estar inadequado”. É mais provável que não digam nada e você nunca saberá. A maioria dos aviões vai bem com uma turbina parada.

1. “Pessoal, a visibilidade é zero”. O que eles falam ao invés disso: “Parece que há alguma neblina no aeroporto de Brasília”.

17 comentários

  1. muito bom o assunto. ‘e demaissssss entender estas coisas de voo.

  2. Fica a pergunta. O que é mais seguro? carro ou avião?

    • Com certeza avião. Ainda mais do que aviões são os helicópteros. Eles possuem uma manobra chamada auto rotação que permite um pouso controlado mesmo na perda do(s) motor(es).

  3. o bom mesmo é ser mecanico de avião .por que se de ago erado com o avião o piloto nuca vouta para reclamar rsrsrsr kakaka

  4. “Um piloto de uma companhia regional disse que as aeronaves que pilotava foram atingidas duas vezes por relâmpagos e afirma que a maioria dos pilotos já passaram por isso. Mas os aviões são construídos para aguentarem. “Você ouve um grande bum e vê um grande flash e acabou. Você não vai cair do céu.”
    Impossível, não tem como aviões serem atingidos por relâmpagos porque a eletricidade sempre é conduzida ao solo, no ar, é impossível que isso aconteça.

    • É claro que acontece, pois o avião pode estar carregado de eletricidade estática e, as vezes, o raio passa pelo avião, atraído por outra nuven ou pelo solo.

    • Isso não tem absolutamente nada a ver, o fato de um objeto estar no ar não significa que não vai ser atingido, e sim que não vai ser eletrizado…

    • PARABENS VOCE ESTA REDONADAMENTE ENGANO SEU TOLO

  5. Muito interessante, já sabia de muitas coisas pois minha família têm três pilotos e conversamos muitos, é a mais pura verdade.

  6. O Werex se engana quando diz que é impossível que o avião seja atingido por um raio em pleno vôo. Por incrível e pouco provável que pareça, existe, sim, esta possibilidade. As descargas elétricas podem ser provocadas entre uma nuvem e outra, obedecendo ao mesmo princípio que as gera entre a terra e as nuvens. Basta, apenas, que duas nuvens carregadas com cargas elétricas opostas entrem em “atrito” e a descarga será provocada, podendo, assim, atingir uma aeronave que esteja, coincidentemente, entre as duas.

  7. A 33 é deturpação:

    Combustível mínimo significa ter combustível à bordo para ir até o destino, seguir para a alternativa mais distante declarada no plano de vôo, ter mais 10% deste combustível à bordo (justamente para compensar ventos e desvios) e finalmente fazer uma espera de 30 minutos voando à baixa altura (quando os jatos consomen muito mais.
    Além disto, existe o “contingency fuel” que é o combustível ADICIONAL a tudo isso que o comandante pode pedir, considerando a condição do vôo. Como alguns comandantes costumam pedir sempre o mesmo adicional, as empresas pressionam para que o adicional seja pedido somente quando houver alguma justificativa plausível (geralmente aumento de tráfego aéreo e mau tempo).

    a 32 é pura falta de informação – deturpação também: A tripulação se alimenta à bordo. Eventualmente as refeições dos tripulantes, por serem diferenciadas, atrasam, e por isso o vôo pode não sair no horário. Você iria voar 4 horas ou mais sem comida ?

    a 30, horrível, e é desdita pela 24: cintos desafivelados em vôo, SOMENTE em caso de necessidade. No solo, obrigatório, porque todos precisam ficar sentados para permitir o atendimento em caso de emergências (as pessoas se levantam e entopem os corredores com bagagens).

    a 28, típica do “ispicialista”: Quem disse que o piloto vai te julgar qualificado para julgar o trabalho dele ? Aterrisagem bem feita nem sempre significa pouso suave. Melhor dizer obrigado pelo vôo, que ele vai saber que você gostou como passageiro que é.

    a 25, uma afirmação com objetivo sensacionalista e terrorista, até: Desde quando a água fica na vertical para ser “colidida pelo avião”? Ou será o aviador que aproveita e tenta “mergulhar de cabeça?” Ora, qualquer área plana é boa para se pousar. O único problema neste caso é molhar os pés… Morreu alguem no pouso no rio Hudson ?

    … e por aí vai …

    Lamento, mas as “informações” dispensadas aqui a respeito dos assuntos que desconheço terão que ser tratadas com reservas daqui por diante. Idem quanto à leitura da Readers Digest…

    • falou muito, mas não provou nada. A matéria continua mais confiável.

  8. Acho que Luiz deve ser, na verdade parente não de pilotos mas dono de cia aéria. Muitos já morreram por negligencias de pilotos e de cias aérias. mas, quanto vale a vida? muitos não estão nem aí. deturpação!? o mundo é cheio disto portanto sei que o relatado é coerente, pacivo de acontecer, apesar de não ocorrer com muita frequencia, senão o numero de acidentes seriam maior.”belo pouso”quem não aprecia ser elogiado? não importa quem elogia o seu trabalho se a pessoa é humana sempre se sentirá bem ante um elogio.
    sei que poderão não concordar mas uma realidade jamais muda apenas pela crítica. Tenham todos um bom dia!

  9. Acho maldade comentar sobre assuntos que nada podemos fazer como passageiros e sempre que viajarmos vamos ficar pensando nas possibilidades comentadas acontecerem.Que nos adianta?

  10. Gostei! Que Deus continue abençoando a aviação do nosso país!

  11. Maior parte das coisas aí é impossível que um piloto tenha dito.

    • não sei porque

Comente

Your email address will not be published. Required fields are marked *