Dando asas à informação

8 formas estranhas de homenagear os mortos

Quando pessoas que amamos se vão, não podemos simplesmente esquecê-las e seguir em frente. Cada um tem o seu próprio jeito de homenagear alguém que foi importante na sua vida, seja através de um gesto, uma ação, um pensamento, uma atitude. Confira oito maneiras estranhas usadas para honrar a memória de uma pessoa amada:

1 – Acrobacias mortais

Nik Wallenda é um membro da sétima geração da família de acrobatas mundialmente famosa Wallenda. Para honrar a memória de Karl Wallenda, avô de Nik e sua fonte de inspiração, ele realizou o desafio em corda bamba que o matou em 1978. Juntamente com sua mãe Dalila, eles completaram uma caminhada de 90 metros de comprimento a uma altura de 30 metros sem rede de proteção, em 4 de junho de 2011.

2 – Pirâmide majestosa

Considerada uma das Sete Maravilhas do Mundo, A Grande Pirâmide de Gizé foi construída para honrar o Faraó Khufu. Mesmo sendo lembrado como mau e cruel, as pessoas construíram esta pirâmide de 138 metros em sua honra, a estrutura mais alta do mundo por quase 4.000 anos. Embora a estratégia de construção da pirâmide seja um mistério, estima-se que foram necessários mais de 14 mil homens e 10 anos para concluí-la.

3 – Floresta em forma de guitarra

O amor da vida de Pedro de Ureta, Graciela, morreu com apenas 25 anos em 1977. O argentino ficou arrasado, e tornou-se determinado a plantar árvores em sua honra. Não apenas árvores; uma floresta em forma de guitarra, porque ela sempre disse que amava o instrumento. Ele plantou eucalipto para formar o “pescoço” e cipreste para formar o “corpo” da guitarra: 7.000 árvores preencheram a imagem de cerca de um quilômetro de comprimento. O processo demorou muitos anos, mas agora a floresta forma uma bela imagem a partir do céu.

4 – Gato-helicóptero

O artista holandês Bart Jansen ficou devastado quando o seu gato Orville foi morto por um carro. Em vez de colocá-lo em uma caixa de sapatos e enterrá-lo no quintal, ele homenageou o animal de estimação transformando-o em um helicóptero. Bart é capaz de “dirigir” seu gato via controle remoto. O gato-helicóptero é considerado obra de arte valiosa.

5 – Tatuagem no peito

Todo mundo ama seus avós, e homens e mulheres têm honrado entes queridos falecidos com tatuagens, mas a diva pop Rhianna foi bem “ousada”. Quando sua querida avó faleceu após uma longa batalha contra o câncer, ela foi a um estúdio de tatuagem em Londres para prestar uma homenagem. Em seguida, twittou uma foto da obra de arte: uma tatoo bem grande embaixo dos seios, da deusa egípcia Ísis. A mensagem que acompanhou o tweet foi: “Goddess Isis – Complete Woman – Model for future generations – #GRANGRANDOLLY – always in and on my heart #1love” (em português, algo como: “Deusa Isis – modelo para as gerações futuras – Mulher completa # VOVÓDOLLY – sempre no meu coração #UmAmor”).

6 – Bigode

Kevin Hickey, um ex-arremessador e técnico do time de beisebol americano White Sox, faleceu em 2012 aos 56 anos. Nos anos 70 e 80, ele era conhecido por seu bigode espesso, e, como uma homenagem a ele, vários jogadores rasparam seus cavanhaques e barbas. O visual pegou, e agora muitos membros da equipe usam o “look” em sua memória.

7 – Dormindo no cemitério

Essa história é incrível e inspiradora. Capitán, um cachorro metade pastor alemão, tem passado todas as noites no túmulo de seu antigo mestre pelos últimos 6 anos. Miguel Guzmán, que vivia em Villa Carlos Paz, uma cidade pequena na Argentina, faleceu em 2006. Pouco depois, Capitán, o cão da família, começou a mostrar sinais de luto, aparecendo no cemitério e encontrando a sepultura de Guzmán por conta própria. A partir de então, todas as noites às 18:00 horas durante os últimos 6 anos, Capitán aparece para dormir ao lado da lápide.

8 – Performance inesquecível

A patinadora canadense Joannie Rochette era muito próxima de sua mãe, Therese. Quando Therese morreu de um súbito ataque cardíaco no domingo antes de sua filha competir nas Olimpíadas, Joannie quase desabou completamente. Mas, em vez de ceder a sua tristeza, ela foi à luta e realizou uma rotina quase impecável em honra ao espírito de sua mãe. No final, depois de receber muitos aplausos, ela caiu em lágrimas.[Oddee]

Comente

Your email address will not be published. Required fields are marked *