Dando asas à informação

8 muros incríveis construídos durante a História

Muro de Berlim, Grande Muralha da China… essas simples “paredes” são famosas e têm muita história por trás. Além desses marcos, outras muralhas impressionantes foram erguidas ao longo dos anos pelos mais diferentes motivos. Confira:

1 – Muralha de Adriano

Adriano nasceu em 24 de janeiro de 76 dC. Ele morreu em 10 de julho de 138 dC, tendo sido imperador desde 117. As lembranças de seu reinado persistem na forma de moedas e os projetos de construção que ele empreendeu. O mais famoso é o muro da Grã-Bretanha que foi nomeado Muralha de Adriano.

A Muralha de Adriano foi construída a partir de 122 para manter a Grã-Bretanha romana segura contra os ataques hostis dos pictos. Era a fronteira mais norte do império romano até o início do século quinto.

O muro, que se estende desde o Mar do Norte ao Mar da Irlanda, tinha cerca de 117 quilômetros de comprimento, 2 a 3 metros de largura e 4,5 metros de altura. Além do muro, os romanos construíram um sistema de fortalezas com guarnições habitacionais de até 60 homens a cada milha romana em toda sua extensão, com torres a cada 1, 3 milha. Dezesseis fortes maiores detentores de 500 a 1000 homens foram embutidos no muro, com portas grandes na face norte. Para o sul do muro, os romanos cavaram uma vala com 1,83 metros de profundidade.

2 – Grande Muralha da Croácia

A cidade de Ston, na Croácia, é protegida por uma parede de 5,6 quilômetros de comprimento. Esta joia arqueológica foi construída durante o século 15, enquanto a região lutava por certa independência do Império Otomano. Gradualmente, o muro se deteriorou ao longo do tempo e foi devastado por um terremoto em 1996. Atualmente, restauração está em andamento.

3 – Grande Muralha da Índia

Kumbhalgarh, a segunda maior muralha na Terra, pode ser encontrada no estado de Rajasthan, na Índia Ocidental. A construção do muro com 36 quilômetros começou no governo de Rana Kumbha no ano de 1443. Situado no noroeste da Índia, o trabalho foi iniciado pelo Maharana local, Rana Kumbha. Levou mais de um século para construir a muralha, que mais tarde foi ampliada, no século 19. Foi usada como um forte até esse período, mas agora é um museu.

4 – Barreira separatista israelense em West Bank

Essa barreira de separação está em construção pelo Estado de Israel ao longo e dentro da Cisjordânia. Após a conclusão, o comprimento total da barreira será de aproximadamente 700 km.

A barreira é construída principalmente na Cisjordânia e, em parte, ao longo da linha de armistício de 1949, ou “linha verde” entre Israel e a Cisjordânia palestina. De acordo com a organização de direitos humanos israelense B’Tselem, 8,5% da área da Cisjordânia está no lado israelense da barreira, e 3,4% do outro lado, mas “em parte ou completamente cercado”.

5 – Grande Muralha da China

A partir do século 7 aC, uma série de maciças fortificações defensivas foram construídas ao longo da fronteira norte da China. Erguidas para proteger a China de ataques, as paredes se estendiam por milhares de quilômetros, muitas se unindo para tornarem-se a Grande Muralha da China. Ao longo de vários séculos, o muro e milhares de estruturas de apoio foram construídos através de montanhas, desertos e rios, eventualmente se esticando por mais de 20.000 quilômetros de comprimento. Seções da parede perto de grandes cidades são bem conservadas, mas muitas áreas remotas estão sendo lentamente incorporadas pela natureza.

6 – Muro de Berlim

O Muro de Berlim foi a divisão física entre Berlim Ocidental e a Alemanha Oriental. No entanto, foi também a fronteira simbólica entre a democracia e o comunismo, capitalismo e socialismo, durante a Guerra Fria. O Muro de Berlim foi erguido na calada da noite de um dia para o outro, e durante 28 anos manteve os alemães orientais dentro do território, sem que pudessem “fugir” para o Ocidente. Sua destruição em 1989, que foi quase tão instantânea quanto a sua criação, foi comemorada em todo o mundo.

7 – As Muralhas de Constantinopla

As muralhas são uma série de muros de pedra defensivos que rodearam e protegeram a cidade de Constantinopla (hoje Istambul, na Turquia) desde a sua fundação como a capital do Império Romano do Oriente por Constantino, o Grande.

Com inúmeros acréscimos e modificações durante a sua história, elas eram o melhor sistema de fortificação da antiguidade, e um dos sistemas mais complexos e elaborados já construídos.

Inicialmente erguidas por Constantino, o Grande, as muralhas rodeavam a cidade por todos os lados, protegendo-a contra o ataque vindo do mar e da terra. Conforme a cidade cresceu, a famosa linha dupla das Muralhas de Teodósio foi construída, no século 5. Embora as outras secções sejam menos elaboradas, quando bem guardadas eram quase intransponíveis e salvaram o império de Constantinopla muitas vezes durante os cercos de ávaros, árabes, búlgaros, entre outros.

O advento de canhões tornou as fortificações vulneráveis, levando à queda de Constantinopla para os Otomanos em 29 de maio de 1453, após um cerco prolongado.

As paredes foram em grande parte mantidas intactas durante o período otomano, até seções começarem a ser desmanteladas no século 19, conforme a cidade superou seus limites medievais. Apesar da subsequente falta de manutenção, muitas partes das paredes sobreviveram e ainda estão de pé até hoje. Um programa de restauração de grande escala está em curso desde 1980, que permite aos visitantes apreciar a aparência original do local.

8 – Muro da cidade de Conwy

O muro é uma estrutura medieval defensiva em torno da cidade de Conwy no norte do País de Gales. As paredes foram construídas entre 1283 e 1287, após a fundação de Conwy por Edward I, e foram projetadas para formar um sistema integrado de defesa ao lado de Castelo de Conwy. As paredes têm 1,3 km de comprimento e incluem 21 torres e três portarias.

O projeto foi concluído com grandes quantidades de trabalhadores trazidos da Inglaterra, e o custo da construção do castelo e muralhas juntos chegaram a cerca de 15.000 libras esterlinas (cerca de R$ 49 mil), uma soma enorme para o período. Hoje, as paredes fazem parte do Patrimônio Mundial da UNESCO.[Oddee]

Comente

Your email address will not be published. Required fields are marked *