Dando asas à informação

Arquiteto acidentalmente cria raio solar mortal em prédio de Londres

deathray-dailymail-05__605

Dirigir em trânsito engarrafado no auge do verão pode se provar uma verdadeira sauna. Quem nunca experimentou a sensação de confundir seu carro com um forno?

Alguns motoristas de Londres foram ainda mais azarados: algumas peças de seus carros literalmente derreteram, depois de terem sido atingidas por raios concentrados de luz solar vindos do novo arranha-céu na rua Fenchurch.

O edifício, projetado pelo arquiteto Rafael Viñoly, apresenta uma face côncava. Em certos momentos do dia, esta face do edifício concentra a luz solar em uma seção da rua Eastcheap.

A temperatura dessa raio solar mortal deformou o espelho e a carroçaria de um Jaguar estacionado e derreteu peças de plástico de uma van nas proximidades. Felizmente, os empreiteiros vão pagar pelos danos.

Embora Viñoly seja um arquiteto talentoso com um grande corpo de trabalho, outro edifício seu enfrentou um problema semelhante. O hotel Vdara, em Las Vegas (EUA), também tem uma face côncava que concentra um raio solar sobre o próprio deck da piscina do hotel, um incômodo que se revelou perigoso para os banhistas.

Se você acha que arquitetura é uma profissão moleza, pense novamente. A responsabilidade é grande, e os erros podem custar muito caro. [BoredPanda]

deathray-dailymail-01__605

deathray-dailymail-02__605

deathray-dailymail-07__605

deathray-dailymail-06__605

deathray-dailymail-04__605

deathray-dailymail-03__605

Comente

Your email address will not be published. Required fields are marked *