Dando asas à informação

Casal chinês adotou mais de 40 órfãos e crianças abandonadas nos últimos 26 anos

adopting-couple2-550x372

Quando um jovem casal da aldeia Zhuangxi, na província de Shanxi, na China, encontrou um bebê abandonado em 1989, decidiu pegar a criança e criá-la como sua própria. Desde então, Chen Tianwen e sua esposa Guo Gairan sempre foram ao resgate de crianças abandonadas.

Ao longo do tempo, o governo local começou a enviar órfãos ao casal para adoção, porque não havia outras instituições de bem-estar na região que ficassem com eles. Chen e Guo nunca recusaram uma criança. O casal, agora em seus 60 anos, tem cuidado de mais de quarenta meninos e meninas abandonados e com deficiência nos últimos 26 anos, juntamente com os seus próprios três filhos.

adopting-couple3-550x376

Como o número de crianças sob os cuidados do casal cresceu, Guo decidiu largar seu emprego em uma fábrica local para ajudar a cuidar de todos esses pequenos. Ela trabalha na terra da família como uma fonte de renda.

Felizmente, a situação financeira dos caridosos melhorou eventualmente, conforme a história de sua benevolência se propagou. No passado, o governo local ofereceu 150 yuans (R$ 72) por mês por criança para que o casal continuasse a aceitar órfãos. Agora, dá 1.000 (R$ 481) por órfão. Eles também recebem doações de pessoas de bom coração.

adopting-couple4-550x366

O maior desafio de Chen e Guo tem sido a atitude dos seus vizinhos com relação a sua família incomum. Muitos não aceitavam suas escolhas de vida, e se recusavam a deixar seus próprios filhos brincarem com os órfãos. Até mesmo o seu filho mais velho, Junwei, teve problemas para se adaptar a essa família radicalmente diferente. Chen foi forçado a dizer a Junwei que, assim como seus outros filhos, ele também tinha sido adotado. O garoto ficou muito revoltado, saiu de casa e não voltou desde então.

adopting-couple-550x326

As coisas mudaram um pouco ao longo do tempo, no entanto, e Chen e Guo agora são mais bem aceitos pela aldeia como cidadãos modelo. Recentemente, o casal conseguiu comprar uma casa maior com a ajuda de voluntários, e cinco das crianças com deficiência sob seus cuidados se recuperaram completamente. [OddityCentral]

Comente

Your email address will not be published. Required fields are marked *