Dando asas à informação

Casal espanhol vive sozinho em aldeia abandonada pelos últimos 45 anos

La-Estrella-Spain-600x338

Durante os últimos 45 anos, Martin e Sinforosa Colomer foram os dois únicos moradores de La Estrella, uma aldeia abandonada na Espanha.

Além deles, apenas três cães, quatro galinhas, um galo, cerca de 25 gatos e algumas abelhas vivem na região. A cidade mais próxima habitada fica a pelo menos 25 quilômetros de distância.

É uma estranha forma de viver, sem qualquer contato humano, quase como se eles fossem as duas últimas pessoas na Terra. Mas a pequena vila não foi sempre tão isolada.

No passado, tinha centenas de habitantes, uma igreja, dois prédios escolares e vários bares. Na verdade, tem até uma história interessante: diz a lenda que a aldeia foi construída exclusivamente para as amantes de muitos homens ricos.

De acordo com várias fontes, uma tempestade torrencial em 1883 matou cerca de metade dos habitantes e destruiu pelo menos 17 casas. A praça da aldeia, a paróquia e a igreja permaneceram ilesas, e um memorial foi erguido para os que morreram. O lugar perdeu seu charme depois disso, e os moradores começaram lentamente a abandonar as suas casas.

La-Estrella-Spain3

A história de Martin e Sinforosa começa cerca de 70 anos mais tarde, quando eles eram um dos poucos jovens que ainda viviam em La Estrella. “Eu a conheci um dia quando ela estava trazendo o gado dos campos”, lembrou Martin. Mais tarde, se encontraram em uma das duas tavernas restantes na área, se apaixonaram e se casaram.

Eles tiveram uma filha e optaram por permanecer na aldeia mesmo quando muitos de seus conterrâneos foram para outras cidades em busca de trabalho. “Cerca de 150, 200 pessoas viviam aqui antes”, disse Martin. “Tínhamos alguns professores, um prefeito, um xerife, um padre. Em um ano ou dois, quase todo mundo foi embora”.

Infelizmente, sua filha faleceu quando tinha apenas 12 anos, devido a uma embolia na cabeça. Talvez a aldeia tenha os ajudado a ficar perto de sua filha, ou talvez apenas gostassem de sua casa, mas o fato é que os Colomers nunca saíram dali. Agora, são os últimos dois moradores da aldeia.

“Muitas pessoas dizem quão bem vivemos, mas eu digo: ‘Venha viver aqui e ver quanto tempo você pode suportar isso’”, explica Martin. “Porque minha esposa nasceu neste lugar, sempre viveu aqui, ela não quer sair. Se fosse por mim, teria deixado a cidade há muito tempo. Mas eu não posso deixá-la sozinha”.

La-Estrella-Spain2-600x338

Martin hoje tem 79 anos, e Sinforosa 82. Eles vivem sem telefone, televisão, eletricidade ou água. Possuem somente um rádio e um carro velho para ir para a cidade mais próxima de vez em quando.

Apesar disso, parecem bastante felizes com suas vidas simples. “Nós temos muito o que fazer com os animais e as nossas cerejeiras”, disseram. “O rádio é o suficiente. Na maioria dos fins de semana, alguém nos visita”. [OddityCentral]

Comente

Your email address will not be published. Required fields are marked *