Dando asas à informação

Fotógrafo explora a desigualdade social dos EUA em coleção chocante

O fotógrafo de Detroit (EUA) Mark Laita questiona o que coloca pessoas, que nasceram iguais, em caminhos completamente diferentes na vida.

Seu álbum “Created Equal” (em português, “Criados Iguais”) é um estudo de confrontos sociais e culturais, bem como a influência de contextos diferentes, como escolaridade e educação, na vida das pessoas.

Na obra, cada tópico compara duas pessoas que têm algum tipo de conexão que acaba sendo o maior contraste entre elas: por exemplo, criminosos são colocados ao lado de policiais, analfabetos ficam próximos a graduados em universidades, e adolescentes Amish (grupo religioso conhecido por seus costumes conservadores) estão emparelhados com adolescentes rebeldes.

Esse é o primeiro trabalho não comercial de Mark e levou oito anos para ser concluído. Publicado em 2010, mostra o que o fotógrafo ama sobre o seu país: os americanos, que para ele são indivíduos moldados por mais de 200 anos de liberdade e independência misturados com todos os sucessos e fracassos que a América tem experimentado em sua curta vida. “Então, aqui está uma coleção dessas criaturas. Trágicas e maravilhosas, incríveis e comuns, elas estão orgulhosamente prontas para o escrutínio”, disse.

Confira:[BoredPanda]

Presidente de uma empresa / Zelador

1

Modelo de fitness / Operado de cirurgia cardíaca

2

Fuzileiro da Marinha / Veterano de guerra

3

Ministro batista / Ku Klux Klan

4

Sem-teto / Corretor imobiliário

5

Modelo de lingerie / Mulher com cinta ortopédica

6

Membro de gangue / Mafioso

7

Astronauta / “Abduzida por alienígenas”

8

Chef de cozinha francês / Cozinheiro de fast food

9

Adolescentes Amish / Adolescentes punks

10

Fisiculturista / Drag queen

11

Freiras católicas / Prostitutas

12

Caubói / Índio

13

Mineiros / Dançarinos exóticos

14

Vegetariano (1999) / Açougueiro (2004)

15

Chefe-executivo de uma multinacional / Mensageiro

16

Graduado em universidade / Largou a escola no ensino médio

17

Casal indigente / Casal rico

18

Showgirl / Bibliotecária

19

Banda de rock / Banda de polka (música centro-europeia)

20

Bailarina / Caminhoneiro

21

Um comentário

  1. Já tinha observado essas diferenças, quando das reportagens iniciais dos envolvidos com o sequestro das três meninas por 10 anos!
    Ganham de todos os países do mundo ou quase todos, quando em níveis de classes superiores, mas na parte da classe pobre, a miséria é a mesma ou igual a maioria dos demais países do globo!

Comente

Your email address will not be published. Required fields are marked *