Dando asas à informação

Liberland: homem cria seu próprio país em cima dos conceitos de liberdade e paz absoluta

Liberland3-550x309

Vit Jedlicka, 31 anos, formou sua própria nação europeia em um território de 7,7 quilômetros quadrados localizado entre a Sérvia e a Croácia. O pedaço de terra tecnicamente não pertence a nenhum outro país, então ele decidiu usar o espaço para disseminar suas próprias ambições políticas.

Vit, que é um membro ativo do conservador Partido de Cidadãos Livres da República Checa, há muito tempo queria viver em um país que não tem um exército, e onde os impostos são opcionais. Quando ele percebeu que isso nunca aconteceria em seu próprio país, decidiu fundar um novo.

Ele revelou que, apesar de sua intenção inicial ser apenas protestar contra as políticas do seu próprio país, mais tarde ele percebeu que provavelmente nunca teria sucesso em mudar as coisas na República Checa. Então, ele fundou a “República Livre de Liberland”, uma nação que funciona com um único lema: “Viva e deixe viver”.

A nova nação tem uma bandeira, hino nacional e um governo provisório, que atualmente está coletando doações para ajudar na elaboração da sua Constituição. Eles aceitam bitcoin, inclusive.

De acordo com um comunicado oficial, “o objetivo dos fundadores do novo Estado é construir um país onde as pessoas honestas possam prosperar sem ser oprimidas por governos que tornam suas vidas desagradáveis através de restrições e impostos desnecessários”.

Liberland2-550x307

No momento, Vit atua como presidente de Liberland, e concederá cidadania para cerca de 3.000 a 5.000 pessoas nas próximas semanas. O escritório de imigração do país, constituído por sete funcionários, está atualmente peneirando as inscrições. Surpreendentemente, gritantes 160 mil pessoas se candidataram para a cidadania. Vit espera que Liberland tenha, eventualmente, cerca de 35.000 cidadãos.

Apesar de sua posição no novo território, Vit planeja continuar seu trabalho com o Partido dos Cidadãos Livres. Ele diz que pode considerar renunciar ao cargo de presidente do novo país se houver uma chance real de fazer a diferença no governo de seu próprio país. “Eu ainda vou ser ativo na política checa”, disse.

Vale lembrar que não sabemos ao certo se Liberland é mesmo real, ou se é apenas algum tipo de “golpe” ou propaganda política. Por enquanto, é só um site onde as pessoas podem pedir cidadania. Desde que a bandeira foi levantada sobre o território após sua fundação, jornalistas estão sendo impedidos de entrar lá pela polícia croata. Há também um boato de que o terreno já foi reivindicado por outra nova nação chamada Paraduin.

Ainda não está claro se Liberland é oficialmente reconhecida como uma nação real, ou se até mesmo vai se tornar uma. Com nenhum exército para defender suas fronteiras, há sempre a ameaça da Croácia ou Sérvia simplesmente não aceitarem a situação.

Liberland-550x366

Ainda assim, se você estiver interessado em se tornar um cidadão de Liberland, pode se registrar através de seu site oficial. Apenas lembre-se que nazistas, comunistas e pessoas com passado criminal não são muito bem-vindas. [OddityCentral]

Comente

Your email address will not be published. Required fields are marked *