Dando asas à informação

Maravilhosas imagens mostram trilhas da luz de vaga-lumes usando fotografia de longa exposição

Através da magia da fotografia de longa exposição, o artista Vincent Brady é capaz de capturar as trilhas brilhantes de luz deixadas para trás por vaga-lumes, conforme eles executam suas danças noturnas no Centro-Oeste americano.

Vaga-lumes sempre chamaram a atenção, especialmente das crianças, porque parecem estrelas que vieram do céu para a Terra. As fotografias de Brady vão além, transformando-os em estrelas cadentes. Ao manter a exposição da câmera aberta conforme os insetos voam em torno do ambiente, Vicent capta não só a sua luz, mas seu movimento também.

As fotografias foram feitas no Lago de Ozarks, no estado americano de Missouri, e na cidade de Grand Ledge, no estado americano de Michigan, em 2013. Brady fotografou durante noites úmidas, quando os vaga-lumes são mais propensos usar sua bioluminescência.

Esses insetos usam suas luzes para atrair parceiros sexuais em potencial, além de presas. O brilho que emitem, causado por uma série de reações químicas complexas em seu abdômen, é considerado totalmente frio, o que significa que não gera qualquer luz infravermelha ou ultravioleta, e não emite calor. [BoredPanda]

fireflies-time-lapse-photography-vincent-brady-1

fireflies-time-lapse-photography-vincent-brady-2

fireflies-time-lapse-photography-vincent-brady-3

fireflies-time-lapse-photography-vincent-brady-4

fireflies-time-lapse-photography-vincent-brady-5

fireflies-time-lapse-photography-vincent-brady-6

fireflies-time-lapse-photography-vincent-brady-8

fireflies-time-lapse-photography-vincent-brady-11

fireflies-time-lapse-photography-vincent-brady-12

fireflies-time-lapse-photography-vincent-brady-13

Comente

Your email address will not be published. Required fields are marked *