Dando asas à informação

Modelo de 18 anos edita seu Instagram para revelar a verdade por trás de suas fotos

Sensação na internet, Essena O’Neill, de 18 anos, estava fazendo muito dinheiro com seus posts e fotos no Instagram, compartilhados com quase 580 mil seguidores.

Tudo isso mudou na semana passada. A australiana excluiu 2.000 fotos de sua conta e mudou o nome para “Mídia social não é a vida real”.

Ela colocou algumas das imagens de volta, com legendas que revelam a “verdade” por trás delas.

“Sem perceber, eu passei a maior parte da minha vida adolescente viciada em mídia social, aprovação social, status social e aparência física”, escreveu. “A mídia social, especialmente como eu usei, não é real. É um sistema baseado na aprovação social, gostos, validação, sucesso em seguidores. É perfeitamente orquestrada, julgamento autoabsorvido”.

Confira algumas de suas reflexões: [BoredPanda]

Eu tinha acne aqui, isso é muita maquiagem. Eu estava sorrindo porque achei que estava bonita. Felicidade baseada em aparência vai sufocar seu potencial na Terra.

Eu tinha acne aqui, isso é muita maquiagem. Eu estava sorrindo porque achei que estava bonita. Felicidade baseada em aparência vai sufocar seu potencial na Terra.

NÃO É VIDA REAL – Tirei mais de 100 fotos em poses similares tentando fazer minha barriga ficar boa. Mal comi aquele dia. Gritei com minha irmã mais nova até sair uma foto que eu pudesse me orgulhar. Sim #metas

NÃO É VIDA REAL – Tirei mais de 100 fotos em poses similares tentando fazer minha barriga ficar boa. Mal comi aquele dia. Gritei com minha irmã mais nova até sair uma foto que eu pudesse me orgulhar. Sim #metas

NÃO É VIDA REAL – Não paguei pelo vestido, tirei incontáveis fotos até ficar gostosa para o Instagram, o que me fez me sentir muito solitária.

NÃO É VIDA REAL – Não paguei pelo vestido, tirei incontáveis fotos até ficar gostosa para o Instagram, o que me fez me sentir muito solitária.

A única coisa que me fez me sentir bem aquele dia foi essa foto. Quão profundamente depressivo. Ter um corpo tonificado não é tudo que seres humanos são capazes de fazer.

A única coisa que me fez me sentir bem aquele dia foi essa foto. Quão profundamente depressivo. Ter um corpo tonificado não é tudo que seres humanos são capazes de fazer.

Me pagaram US$ 400 para usar esse vestido. Isso quando eu tinha 150 mil seguidores, com meio milhão, sei que muitas marcas grandes pagam até US$ 2000 por post. Nada de errado com aceitar dinheiro de marcas. Só acho que isso deve ser de conhecimento público. Essa foto não teve substância, não foi ética (eu não era educada no assunto naquele momento). MÍDIA SOCIAL NÃO É REAL, esse é meu argumento. Fique consciente do que as pessoas promovem, se perguntem, qual a intenção dessa foto?

Me pagaram US$ 400 para usar esse vestido. Isso quando eu tinha 150 mil seguidores, com meio milhão, sei que muitas marcas grandes pagam até US$ 2000 por post. Nada de errado com aceitar dinheiro de marcas. Só acho que isso deve ser de conhecimento público. Essa foto não teve substância, não foi ética (eu não era educada no assunto naquele momento). MÍDIA SOCIAL NÃO É REAL, esse é meu argumento. Fique consciente do que as pessoas promovem, se perguntem, qual a intenção dessa foto?

Outra foto tirada unicamente para promover meu corpo de 16 anos. Essa era toda a minha identidade. Tão limitante. Me fez incrivelmente insegura. Você não tem ideia.

Outra foto tirada unicamente para promover meu corpo de 16 anos. Essa era toda a minha identidade. Tão limitante. Me fez incrivelmente insegura. Você não tem ideia.

EDIÇÃO LEGENDA REAL – paga por essa foto. Se você se vê admirando “garotas do Instagram” e querendo que suas vidas sejam como as delas... Entenda que você só vê o que elas querem. Se elas falam de uma marca, 99% do tempo é pago. Nada de errado com apoiar as marcas nas quais você acredita (por exemplo, orgulhosamente promovo lençóis Eco ou refeições vegetarianas por dinheiro, já que é um negócio com propósito para mim). Isso (acima) não teve propósito. Nenhum propósito em sorriso forçado, roupas curtíssimas e ser paga para ser bonita. Somos uma geração dita para consumir e consumir, sem reflexão sobre de onde tudo isso vem e para onde vai.

EDIÇÃO LEGENDA REAL – paga por essa foto. Se você se vê admirando “garotas do Instagram” e querendo que suas vidas sejam como as delas… Entenda que você só vê o que elas querem. Se elas falam de uma marca, 99% do tempo é pago. Nada de errado com apoiar as marcas nas quais você acredita (por exemplo, orgulhosamente promovo lençóis Eco ou refeições vegetarianas por dinheiro, já que é um negócio com propósito para mim). Isso (acima) não teve propósito. Nenhum propósito em sorriso forçado, roupas curtíssimas e ser paga para ser bonita. Somos uma geração dita para consumir e consumir, sem reflexão sobre de onde tudo isso vem e para onde vai.

Comente

Your email address will not be published. Required fields are marked *