Dando asas à informação

Neste restaurante chinês, pessoas bonitas comem de graça

free-meal-China-550x389

Quem precisa de dinheiro quando se tem um rosto bonito, certo? Isso funciona literalmente no Jeju Island, um restaurante coreano que fica na cidade de Zhengzhou, na China.

Lá, pessoas podem jantar sem custo, se por acaso estiverem entre os cinco mais belos clientes do dia.
Se isso criou polêmica? Você nem imagina.

Anteriormente, na frente do estabelecimento, havia uma placa que declarava: “Refeição grátis para os bonitos”.

E quem decide quem é bonito? Cirurgiões plásticos locais. Todos os clientes que entram no restaurante achando que se encaixam na definição são levados para uma “área de identificação de beleza”, onde são fotografados. Os médicos avaliam então os potenciais clientes na qualidade dos seus rostos, olhos, narizes e bocas.

free-meal-China2-550x366

Relatos indicam que testas salientes têm preferência especial. Os cinco melhores, que conseguem a maior pontuação em 30 minutos, recebem uma refeição gratuita. As pontuações dessas pessoas são exibidas publicamente no segundo andar do restaurante.

Claro que ser examinado por um cirurgião plástico (será que quanto mais falso, melhor?) e depois exposto como um menu é absolutamente ofensivo (mas normal nos padrões atuais ferozes de “beleza”, também conhecidos como “não se parecer nada com que você realmente é”), mas nem todos viram a estratégia do restaurante desse jeito.

free-meal-China3-550x368

O debate esquentou em sites de mídia social chineses, que ficaram recheados de piadas sobre como as pessoas se sairiam no concurso de beleza. “Eu acho que posso obter um desconto de 1% com a minha cara”, um usuário do Weibo brincou. “Gente feia tem que pagar duas vezes?”, outro questionou.

Autoridades de Zhengzhou, por outro lado, não se divertiram nada com as táticas do restaurante. Eles acusaram a iniciativa de danificar a imagem da cidade, e disseram que o estabelecimento não tinha permissão para pendurar a placa berrante.

A gerente do restaurante, Xue Hexin, fez questão de salientar que a remoção do anúncio não implica que a “promoção” tem sido interrompida. “Vamos ser mais prudentes com nossa publicidade no futuro”, disse. “Mas a promoção vai continuar, apesar da demolição da placa”. [OddityCentral]

Comente

Your email address will not be published. Required fields are marked *