Dando asas à informação

Planeta Terra é o resultado de mistura de meteoros?

De acordo com um novo estudo, o nosso planeta se formou da colisão de diferentes tipos de meteoros, o que significa que os blocos de formação da Terra (que deram origens a nós) eram mais elétricos do que se pensava.

Nosso planeta parece ter se formado a cerca de 4,5 bilhões de anos, a partir de um disco de grãos de poeira deixados pela nuvem de material que deu origem ao sol. Esses grãos lentamente se juntaram, a partir da gravidade, dando forma a um embrião de planeta. Eventualmente, a Terra acabou se formando.

Os cientistas pensavam que a maior parte dos corpos que se uniram para formar a Terra foi criada em uma zona parecida e eram similares entre eles, pertencendo a uma subclasse de meteoritos. Essa ideia tinha base em várias similaridades entre diferentes tipos de átomos, de elementos como o oxigênio, o níquel e o cromo, entre a Terra e esses meteoritos.

Mas um novo estudo dos isótopos de silício na Terra sugere que ela se formou de uma mistura de meteoritos.

Os geoquímicos Caroline Fitoussi e Bernard Bourdon analisaram os isótopos de silício de rochas coletadas em diversos tipos de extratos, bem como amostras de rochas lunares, coletadas pelos astronautas em missões da NASA.

A partir de modelos da formação da Terra, os pesquisadores calcularam que uma mistura de três tipos de ingredientes de meteoritos pode ter produzido a quantidade certa de oxigênio, níquel e cromo previamente vista no planeta.

“Essa é a primeira vez que uma diferente composição de isótopos, de um grande elemento, é observada entre os meteoritos e a Terra”, afirma Fitoussi. “Então isso é um tanto diferente do que já foi observado antes”.

O fato da composição dos isótopos de silício ser similar entre a Terra e as rochas da lua sugere que o material que formou o satélite deve ter se misturado com o manto do nosso planeta antes dela se formar. Dessa maneira, ambos carregam a mesma assinatura.

“Isso pode nos dizer algo sobre como a lua realmente se formou e quais são as restrições”, afirma Fitoussi.

Alguns cientistas pensam que a lua é resultado de um asteroide gigante que se chocou com a Terra, pouco após a formação do planeta. Mas os detalhes precisos desse processo ainda não são bem compreendidos. [LiveScience]

Comente

Your email address will not be published. Required fields are marked *