Dando asas à informação

Quer morar em Marte? A empresa Mars One te leva!

Mars-One-project-550x292

Você tem até 31 de agosto para se inscrever para uma viagem só de ida a Marte. E, se você acha que isso soa bizarro e impossível, saiba que, até agora, mais de 10.000 pessoas de todo o mundo já responderam à chamada da empresa holandesa Mars One, que pretende enviar colonos voluntários para o Planeta Vermelho, fazendo da ideia toda um reality show.

Nenhum ser humano tem caminhado na lua desde 1972, e ninguém nunca viajou até Marte. Mas a empresa holandesa Mars One quer mudar tudo isso em apenas 10 anos.

O primeiro grupo de quatro astronautas deve deixar a Terra em 2022 e, teoricamente, chegar a Marte no ano seguinte, quando começarão a moldar sua colônia permanente. A cada dois anos, novos grupos farão a mesma viagem de sete meses para nunca mais voltar.

O projeto foi recebido com muito ceticismo no mundo da ciência, com muitos especialistas expressando dúvidas sobre seu sucesso devido a uma série de grandes inconvenientes, incluindo a incapacidade de retornar a Terra, a falta de alimentos no planeta estéril, a atmosfera que consiste principalmente de dióxido de carbono, uma temperatura de menos 55 graus Celsius, a radiação sofrida durante a viagem e o desembarque arriscado.

Mas Mars One tem o apoio do renomado físico e ganhador do Prêmio Nobel Gerard’t Hooft, bem como o apoio das principais empresas aeroespaciais do mundo, que concordaram em fornecer todo o equipamento necessário para a missão.

Transportar apenas uma tripulação de colonos humanos para Marte é muito caro. Enviar o rover Curiosity ao planeta distante custou a NASA cerca de US$ 2,5 bilhões (R$ 5 bi), mas as missões Mars One deverão custar ainda mais: US$ 56 bilhões (R$ 112 bi).

Então como eles pretendem obter o financiamento para este empreendimento ousado? Duas palavras: “reality show”. De acordo com o fundador da empresa, Bas Landsdorp, todos na Terra vão querer ver a chegada histórica de seres humanos em Marte, e vão continuar a sintonizar todos os dias para ver como eles estão.

Gerard’t Hooft concorda com ele e diz que este reality show original não será páreo para Big Brother. A melhor parte é que nenhum governo ou organização política estarão envolvidos no projeto Mars One, e nenhum dinheiro de contribuintes será utilizado nele.

A empresa já começou a analisar colonos voluntários – recebeu mais de 10.000 pedidos de pessoas em 100 diferentes países dispostas a deixar a Terra para sempre. Eles estão buscando seis grupos de quatro pessoas cada.

De acordo com o diretor médico Norbert Kraft, os principais atributos desejados nos candidatos são: ser adaptável, flexível, criativo e ter empatia. Outros requisitos fortes são saúde, grandes habilidades de sobrevivência, razoável conhecimento do idioma inglês e uma idade mínima de 18 anos.

Muitos tiveram dúvidas sobre o aspecto ético de enviar pessoas em uma viagem só de ida a Marte, mas os representantes da empresa dizem que estão dentro das normas morais.

Mars-One-project2-550x303

O show já começou

Mars One pretende criar o maior evento de mídia na história para financiar as suas missões. Todo mundo vai poder assistir os preparativos para a viagem longa.

Em 2016, a companhia lançará um satélite de comunicações e uma missão de abastecimento para o Planeta Vermelho. Dois anos mais tarde, uma sonda também vai fazer a viagem e explorar o planeta para escolher a melhor localização para o assentamento. Em 2020, unidades de suporte de vida, uma segunda nave e suprimentos serão enviados para Marte.
Em setembro de 2022, quando a colônia estiver totalmente operacional, a primeira tripulação humana partirá. Em abril de 2023, após uma viagem de sete meses, os humanos vão chegar ao planeta.

Para os candidatos a astronautas interessados em deixar a Terra para sempre e começar uma nova vida em Marte, o prazo para a primeira rodada de inscrições on-line é 31 de agosto.[OddityCentral]

Comente

Your email address will not be published. Required fields are marked *