Dando asas à informação

Restaurante israelense dá 50% de desconto a clientes que desligarem o celular

on-the-phone-550x405

Jawdat Ibrahim está fazendo a seus clientes uma oferta que eles não podem recusar: desligue o celular enquanto estiver em seu restaurante, e a conta será reduzida pela metade.

Ibrahim pensa que os smartphones destruíram completamente a experiência de jantar. “A tecnologia é muito boa. Mas quando você come, especialmente quando você está com sua família e seus amigos, você pode esperar por meia hora e desfrutar da comida e da companhia”, diz ele.

Devo admitir que ele tem razão. Hoje em dia, quase todo mundo parece focar mais em seus celulares do que nas pessoas ao lado deles. Ibrahim se espanta quando vê casais ou amigos sentados em silêncio, olhando para suas telas e pedindo para seu alimento ser reaquecido.

Assim, ele espera que o generoso desconto ajude as pessoas a voltar para um tempo em que fazer uma refeição juntas significava se divertir e valorizar o alimento. “Eu quero mudar alguma coisa. Pode ser algo pequeno, mas talvez, de alguma maneira, eu vou estar mudando a cultura de comer”, comenta.

Enquanto este gesto é realmente incrível, 50% parece bastante, não? Será que ele tem como bancar isso?

Acontece que Ibrahim tem uma estratégia clara em mente. Ele admite que está levando um golpe financeiro, mas, a longo prazo, ele espera atrair mais clientes para seu restaurante. Além disso, Ibrahim começou o restaurante em 1993 depois de ganhar 23 milhões de dólares na loteria do estado americano de Illinois, em 1980. Então, talvez isso seja algo que ele possa bancar, afinal de contas.

E, de fato, turistas e moradores estão visitando mais o restaurante, só para ver se o desconto que ouviram falar é realmente verdade. “Eu tenho um monte de novos clientes”, disse Ibrahim. “As pessoas vêm de Jerusalém, de Tel Aviv, e todos eles têm uma coisa em comum: telefone não é bom para mim quando eu estou comendo”.

Hagit Netzer, uma turista de 63 anos de idade do norte de Israel, esteve lá semana passada. “Qual é o problema em não usar o seu telefone por meia hora? Eu queria ver se era verdade”, conta. Ela e sua filha desligaram seus telefones, e quando receberam a conta, pagaram apenas 79 shekels em vez dos originais 158 (cerca de R$ 90). Netzer estava satisfeita.

O restaurante do Ibrahim está localizado em uma aldeia árabe a 10 km de Jerusalém. Ele já apareceu no noticiário antes: quando ganhou na loteria, e depois novamente em 2010, quando seu restaurante entrou para o Guinness World Record por servir o maior prato de homus (comida típica do Oriente Médio), de quatro toneladas. Ibrahim também já tentou usar seu status para promover a convivência entre árabes e judeus. [OddityCentral]

Comente

Your email address will not be published. Required fields are marked *