Dando asas à informação

Russo faz “pinturas” incríveis a partir de material natural, sem usar nenhum tipo de tinta

Você provavelmente já viu milhares de pinturas inspiradas na natureza como essas paisagens criadas pelo artista russo Alexander Yurkov. Mas, embora você não consiga perceber à primeira vista, suas obras são bastante únicas.

Isso porque não são pinturas de verdade. Este mestre russo passou décadas aperfeiçoando uma técnica que ele próprio desenvolveu, que envolve a criação de pinturas como mosaicos exclusivamente a partir de folhas, grama e flores secas.

É isso mesmo que você entendeu: não há uma única pincelada de tinta ou lápis nas obras abaixo, apenas folhas de árvores, pedaços de grama seca e flores murchas habilmente selecionadas e posicionadas.

Como ele consegue fazer com que os tons de cores fiquem tão perfeitos que as pessoas querem meter o nariz nas obras de arte para tentar cheirar as folhas e certificar-se de que não há tinta a óleo envolvida, eu não faço a menor ideia. Mas é justamente isso que torna a arte de Yurkov tão misteriosa e intrigante.

Alexander Yurkov nasceu em 1935, na região russa de Perm. Ele cresceu em Krasnoyarsk, e frequentou a Escola de Artes. Trabalhou como diretor de arte em teatros em cidades siberianas diferentes, e, desde os anos 70, vive em Nizhny Novgorod, um dos mais importantes centros culturais russos.

Foi lá que ele começou a desenvolver sua técnica única de criar “pinturas-mosaicos” a partir de materiais naturais. Como você pode imaginar, o processo de criar uma obra tão complexa é tedioso, demorado e requer muita paciência, um olho afiado e um senso delicado de cor.

Você poderia imaginar que os materiais que ele usa só permitem que Alexander crie paisagens de outono, mas sua inspiração lhe permite retratar cenas de inverno realistas, nuvens brancas, edifícios, animais e o que mais for necessário para tornar seus trabalhos tão realistas quanto possível.

Seu portfólio impressionante inclui até mesmo um autorretrato feito a partir de folhas secas e centenas de flores. É de tirar o chapéu.[OddityCentral]

Comente

Your email address will not be published. Required fields are marked *