Dando asas à informação

Taxas de embarque ficam 4,4% mais caras em todos os aeroportos brasileiros

A Anac aprovou, na última quinta-feira, 15, que as taxas de embarque em todos os aeroportos do país subissem 4,4%.

Esse reajuste corresponde à inflação do ano passado, e ocorre todo ano levando em conta a inflação acumulada do período, além de outras variáveis.

A partir de agora, haverá um aumento de R$ 0,41 a R$ 0,91 nos embarques nacionais, e R$ 0,54 a R$ 1,62 nos internacionais, dependendo da categoria do aeroporto.

Por exemplo, a taxa de embarque para destinos domésticos em aeroportos de primeira categoria (como Confins, em Belo Horizonte, Afonso Pena, em Curitiba, Santos Dumont e Galeão, no Rio, e Congonhas, em São Paulo) passará de R$ 20,66 a R$ 21,57. Também nestes aeroportos, o embarque internacional passará de R$ 36,57 a R$ 38,19.

A Anac deixou de fora do reajuste os aeroportos de Guarulhos, Campinas e Brasília, que passarão a administração da iniciativa privada. O primeiro aeroporto do Brasil construído somente com dinheiro privado, São Gonçalo do Amarante, no Rio Grande do Norte, também ficou de fora do aumento.

Comente

Your email address will not be published. Required fields are marked *