Dando asas à informação

Verão: Cuidados que não acabam

verao

A chegada do verão e das temperaturas mais altas causa mudanças no comportamento das pessoas. Muitas ainda fazem um último esforço para apurar a forma física e alteram completamente seus hábitos alimentares. Outras se sentem indispostas para comer, devido à alta temperatura.

Exatamente pelo desprendimento ao qual o período nos remete, muita gente acaba deixando de lado alguns cuidados básicos com a saúde e o que poderia ser uma época para recuperar as energias acaba se tornando um pesadelo. Para aproveitar esse período de temperaturas bastante elevadas, é preciso observar alguns cuidados, que vão desde a alimentação leve até o sexo seguro.

Dengue

Vale lembrar que os vasos de plantas devem ser preenchidos com areia, as garrafas armazenadas com a boca para baixo, as calhas desobstruídas e as caixas d’água mantidas fechadas.

Hidratação

Procure beber líquidos seguidamente, preferencialmente, água. Hidrate o corpo com água, sucos e bebidas isotônicas, que recuperam os sais minerais perdidos.

Alimentos leves

As temperaturas elevadas provocam uma inibição da fome, ao contrário do inverno, que aumenta o nosso apetite. Esse efeito pode agir negativamente se ficamos em jejum.

Por isso, a melhor forma de contornar esse problema é consumir alimentos de fácil digestão, como saladas, frutas, legumes, carnes magras, tomando cuidado com petiscos e sobremesas muito calóricos e de difícil digestão. Uma boa opção é consumir alimentos menos calóricos e mais saudáveis, substituindo, por exemplo, o pastel frito pelo assado, o sorvete em massa pelo picolé de fruta, o chocolate pela barra de cereais, os queijos amarelos pelos queijos brancos, etc.

Atividade física

Esforço físico só em horários especiais. Quando o dia estiver muito quente, reduza a carga de exercícios. Pedalar, correr ou caminhar somente bem protegido e quando o sol permitir.

Beba com moderação

A estação é propícia para o maior consumo de bebidas alcoólicas, notadamente a cerveja e a caipirinha.

Além de conterem calorias extras, quando ingeridas em grandes quantidades, essas bebidas podem levar à desidratação, pois o álcool “retira” a água das células, agindo como um diurético, ou seja, estimulando a formação de urina com a conseqüente perda de água pelo organismo.

Horário respeitado

No verão, época de férias, as pessoas costumam acordar mais tarde e programar atividades que fazem com que os horários das refeições não sejam seguidos rigorosamente.

Para algumas pessoas, essas mudanças não trazem muitas consequências negativas, mas para outras sair do ritmo normal pode representar inúmeros desconfortos, além dos quilinhos extras no final da temporada. Pode ser complicado, mas é importante estabelecer horários para se alimentar e fracionar a alimentação em pelo menos 4 ou 5 minirrefeições ao dia.

Insetos

Evite caminhar por matas e montanhas sem proteção contra picadas de insetos. Leishmaniose, febre amarela e malária são as doenças mais perigosas na estação.

Olhos

A exposição dos olhos sem a proteção dos óculos escuros é outro fator que pode provocar problemas na visão. Em qualquer idade, a recomendação é para o uso de óculos escuros de boa procedência.

Ouça bem

O calor e do aumento da umidade no conduto auditivo externo, em decorrência dos banhos de mar e piscina facilitam o surgimento de otites.

O protetor é indicado para aqueles que apresentam inflamações frequentes e também pode servir como precaução para evitar a entrada de água nos ouvidos.

Evite os tratamentos por meio de métodos caseiros. Nunca pingue nada no ouvido, sem prescrição médica.

Piscinas

Evite piscinas com muita gente e locais de aglomeração, esses lugares são propícios à transmissão de conjuntivite e outras doenças.

Queimaduras

Evite o uso de perfumes, cremes hidratantes e contato com limão antes de ir à praia ou piscina, porque podem desencadear queimaduras.

Roupas

Use roupas folgadas, de tecidos “leves” e claros. Evite roupas apertadas, “pesadas” e com tecidos escuros, que dificultam a transpiração e retêm o calor excessivo do corpo.

Sexo seguro

O uso de preservativo deve ser respeitado o ano todo, não apenas no verão ou no Carnaval. Prevenção nunca é demais.

O Sol na medida certa

A melhor forma de evitar o câncer de pele é não se expor ao sol entre 10h e 16h. Sempre com a aplicação de filtros solares, principalmente nas crianças.

O fator de proteção solar (FSP) dos produtos deve ser de, no mínimo 15, mesmo para as pessoas de pele morena e nos dias nublados. O ideal é reaplicar o produto a cada duas horas. Use chapéus e camisetas e, na praia, não deixe de levar guarda-sol.

Comente

Your email address will not be published. Required fields are marked *